BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
21 de Janeiro de 2010

"Sá Pinto e Liedson ao soco após o Sporting-Mafra"!

 

 

Sá Pinto não foi um jogador de eleição. Não foi um profissional digno. Nunca teve o carácter de um Luís Figo ou um Rui Costa. Muito menos foi um Mário Coluna, um Humberto Coelho, mesmo um Vítor Damas ou um Jesus Correia. Verdadeiros homens, líderes e jogadores de eleição. Esses eram respeitados por companheiros, adversários, árbitros e dirigentes, constituindo um exemplo para todos eles.

 

Sá Pinto, pelo contrário: foi um jogador mediano, com uma carreira internacional sem qualquer relevância, mais notado pela sua má educação e pela sua instabilidade emocional do que por qualquer qualidade técnica do seu futebol ou o respeito que inspirava. Fica na história não pelos seus dotes técnicos mas sim graças ao sopapo que mandou no Artur Jorge. Por alguma razão o único conjunto de pessoas que o idolatravam se chama Juve Leo. Continuando, fica para a história por ter sido protagonista de um dos episódios mais lamentáveis do futebol português, ao agredir, de forma premeditada, o então seleccionador nacional. Deixemo-nos de tretas, gostasse ou não de Artur Jorge (Eu não posso com ele) nada, mas nada justificou aquele acto.

 

Ainda assim, os responsáveis pela nossa Selecção permitiram que este rapaz voltasse a envergar a camisola das Quinas.

 

Recordo que por muito menos do que isso e apenas porque aconteceu no  “calor” de um jogo e não de forma premeditada, foi João Pinto afastado. Foi afastado e muito bem. Aliás foi há pouco o próprio a confirmar num acto de humildade de engrandecer que a pena aplicada foi mais do que justa.

 

Perante isto, a que mente iluminada passou a ideia de convidar Ricardo Sá Pinto para o cargo Profissional que acabou por exercer na estrutura dirigente do SCP. Ao chamá-lo a ocupar o lugar de director desportivo, José Eduardo Bettencourt nada mais fez do que ceder ao populismo da rua sportinguista, dos Juve Leos, esses mesmo que “avalizaram” a contratação de João Pereira. Esta é a  mesma estrutura dirigente que acabou por deixar cair e forçar o despedimento de Paulo Bento.

 

E agora? O que fazer ao levezinho Liedson? Ao manter Liedson ao mesmo tempo que despede o respectivo superior hierárquico, apenas continua esse caminho de cedências, já que a mesma lei da rua  que exigiu Sá Pinto não lhe perdoaria futuras derrotas atribuíveis ao afastamento do avançado.

 

Além dos seus dotes futebolísticos ficarem abaixo da média, o seu Quociente Emocional ainda o deixa pior. Mas o grande problema não é o facto de o Sá Pinto ter uma constante necessidade de andar à pêra. O problema está em com quem ele anda à pêra, e por isso é que eu digo que está a perder qualidades. Se, noutros tempos, todos nós apoiámos o selo que ele pregou no Artur Jorge (um gajo com aquele bigode merece ser alvo de toda a violência), agora o que salta à vista é o Sá Pinto não saber mais discernir em quem deve e não deve aplicar os seus nós dos dedos. Quer dizer, com tanto jogador que está no Sporting, e o Sá Pinto vai logo agredir o Liédson, que é o melhor deles todos?!?! Porque é que ele não espetou um biqueiro no Pedro Silva?! Ou uma estalada, com as costas da mão, no Djaló? Ou uma rasteira, seguida de um assentamento de espadas, no Caicedo quando este ainda lá estava? Nada disso, foi logo agredir “o único que resolve”  lá para os lados do Campo Grande.

 

 

Fico com relativa curiosidade a aguardar o comentário do Bettencourt a propósito desta caricata situação. De um lado a ética, do outro a Juve Leo, quem queria estar na pele dele. E curioso mesmo mesmo, fico para saber se Paulo Bento terá algo a falar sobre o tema...

Ai nosso Rui Costa…

publicado por Carlos às 18:38 link do post
24 de Abril de 2009

Longe vai o dia que o clube do lumiar não me proporcionava tão boa disposição, ok ok, vá lá os 12-1, também, mas desta vez a boa disposição é diferente.

 

Cada informação, conversa ou notícia sobre o sporting fez-me pensar que bom foi o tal do Conde financiar o miudo com birra. Caso contrário estes bons momentos não existiriam.

 

Bom, acima de qualquer outra novidade de hoje, uma frase que se encontra já registada aqui no Benfica Power como fortíssima candidata ao "Bidon de Lata" (atribuido à melhor frase do ano):

 

Paulo Cristovão um dos 324 567 candidatos a candidatos de oposição demonstrando e veia poética proferiu a histórica:

 

"Soares Franco ruge para dentro e mia para fora"

 

Lapidar!!! Fantástica frase. Este anti Roquetes, Francos, Alves etc, se vencer, provavelmente teremos finalmente de volta o eterno rival do Benfica.

 

 

Por falar em Roquetes, Francos, Alves and so on and on, eis quem dizia ser o sporting o Clube que não rasgava nem nunca rasgaria contractos:

 

"Central de Cervejas avança para tribunal por quebra de contracto"

 

"UNICER orgulhosa do acordo"

 

 

Fantástica coerência. Ou melhor, devo corrigir, eis a história da moral de um Clube sem moral após outra fantástica frase:

 

"Não devemos pagar aos Bancos mas sim comprar jogadores"

 

E aqui vem um momento suberbo nesta sexta-feira plena de motivos de boa disposição. Querem mais um?

 

Que tal a Moral de alguém como Sá Pinto visitar uma Escola (em Paço de Arcos) integrado no programa PT com o Desporto Escolar existente para incutir nos mais novos valores intrísecos à prática desportiva...

 

Ah sim, mas é claro ninguém especificou que valores estão aqui a ser falados. Mil desculpas. Esta sexta-feira ficaria completa se por acaso se este Programa anunciasse a visita a uma outra escola de Bruno Alves e de Paulinho Santos..

 

Calma, que as tiradas dos vizinhos do lumiar ainda não terminaram...

 

Rogério Alves, na sua coluna de opinião da Bola tem um discurso digno de Pimenta Machado...

 

"O Carriço ganhou (bem diz ele) a bola, correu para a baliza e..."

 

e...digo eu, e pasme-se até a imprensa concorda, que o tal carriço fez falta! Simples

 

Depois do sporting ter empatado e marcado com a acção de Derlei que se manteve em campo sem ser expulso sabe-se lá porquê, esta Sr Rogério Alves tem estas duas belas tiradas:

 

"Um grande Sporting estilhaçou-lhes o sonho"

 

e termina dizendo

 

"Moral de uma história sem moral. Possível (o título) é, se a justiça vencer a batota...

 

Perante isto, espero que os Benfiquistas pensem bem no facto de nos últimos 15 anos não termos tido um único treinador que transitasse de época. Espero que pensem bem na estabilidade que finalmente devemos ter. Espero que uma vez mais não se mine o terreno à estrutura que está montada porque perante um sporting como está à procura de presidente, um sporting que nos proporciona dias destes e ainda num porto que procura treinador para a próxima época que finalmente saibamos tirar as devidas conclusões para a próxima época.

 

Sem dúvida, que bela sexta-feira o clube do lumiar me proporcionou

 

publicado por Carlos às 16:32 link do post
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO