BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
21 de Janeiro de 2010

Estou cansado. Imensamente cansado.

Cansado do Homem. Sim, cansado do ser humano. Cansado do “ser português”, Cansado de vaidades, chocarrices, futilidades; cansado de egoísmos, de "vampirismos"; cansado do ego humano, em especial do ego evangélico, dos donos da verdade, dos lobos disfarçados de cordeiros; cansado dos muitos que sempre se disseram “pela justiça e com a justiça” e nada mais fizeram senão e com maior ou menor eficiência  adorar o próprio ventre.

 

 

 

Farto dos "heréticos" e dos "apologetas"; cansado dos "fariseus", "nazireus", "profetas" e "extravagantes"; cansado dos hipócritas, que pregam a mentira como se fosse verdade — e também dos que pregam a verdade que não vivem, e são para si mesmos mentira. Cansado desta raça humana, falida, da qual eu faço parte. E, portanto, cansado também de mim mesmo.

Este é um desabafo, sim. Desabafo necessário e perfeitamente aceitável.

 

Aceitável pela legitimidade que me assiste por durante anos e anos, ter lutado contra aquilo que infelizmente apenas hoje o “português” ter acordado. Foi preciso ter-lhe entrado pelos olhos e ouvidos dentro as escutas que envolvem toda a escumalha sobejamente conhecida para que acordasse para a realidade.

 

Era legítimo poder ter algum sorriso nem que de sarcasmo fosse pelo que hoje se está a passar. Nem isso.

 

Letárgico é o meu estado de alma. Triste por olhar para tanto São Tomé. Triste por durante tanto tempo me ter sentido sozinho - com algumas excepções – amigos, consócios – adeptos de alguns outros Clubes que não o Benfica – poucos, muito poucos jornalistas e ainda menos líderes de opinião -  nesta demanda pela verdade desportiva, por assistir durantes anos ao bajulamento a uma personagem que em 25 anos conseguiu fazer algo que 800 anos vários outros caciques não conseguiram, dividir o meu País.

 

Letárgico, porque imagino neste momento as caras e estados de almas de todos os que cirandeiam à volta da Justiça Nacional sem vontade sequer de os mandar pintar a cara de vergonha.

 

E agora Lusitânia?

 

Não sendo causídico e isto apesar de já ter ouvido hoje um Juiz a garantir nada haver de ilegal na divulgação das escutas do processo do Apito Dourado, estou em crer que o português apenas acordou agora tendo como dínamo um acto ilegal que foram as publicações no You Tube de tudo aquilo que já se sabia.

 

Elas (algumas) aqui ficam enquanto não as retirarem claro está

:

 

 

 

 

 

 

publicado por Carlos às 16:12 link do post
26 de Agosto de 2009

Já ninguém liga nenhuma ao estafado discurso portista de se pretender "ganhar fora do terreno o que não se vence em campo",


Já ninguém liga rigorosamente nada ao facto de caso após caso toda esta gente implicada no Apito Dourado ter passado impune à justiça, uns por pretensos buracos na lei terem sido aproveitados por ratos de Direito outros por Juízes que condenam "uma escuta" ao Gondomar e não consideram dezenas delas a Pinto da Costa.


Pelo menos que neste momento os portistas tenham o bom senso de esconder a cara de vergonha antes de proferir o estafado lugar comum do "vencer na secretaria". Não pretendiamos (verbo no passado precisamente porque as vitórias azuis do passado estão emporcalhadas por esta podridão) qualquer vitória na secretaria, mas, de forma alguma pretendiamos perder via "TELEFONE"

 

Que pode a "Justiça" pensar ou sentir com mais um tiro na sua credibilidade com o que saíu hoje?


Vejamos:

 

Na véspera do encontro que decidiria a Supertaça da época de 2003-2004, o presidente do FC Porto preocupava-se em saber quem seria o árbitro que iria dirigir o confronto que poria frente a frente FC Porto e União de Leiria. Assim sendo, nada como obter informações junto de Pinto de Sousa, o presidente do Conselho de Arbitragem.


A frase que saíu? Significativa:

 

«É O QUE A GENTE COMBINOU»

 

Na véspera do encontro que decidiria a Supertaça da época de 2003-2004, o presidente do FC Porto preocupava-se em saber quem seria o árbitro que iria dirigir o confronto que poria frente a frente FC Porto e União de Leiria. Assim sendo, nada como obter informações junto de Pinto de Sousa, o presidente do Conselho de Arbitragem.


Mais uma escuta descoberta entre Pintos - o da Costa e o Sousa:


Entre a conversa hoje tornada publica e que em cada linha lida, me deu vontade de pedir a nacionalidade Espanhola, ou pelo menos que o nosso Benfica pudesse saír deste escremento chamado Futebol Português, em cada linha lida dizia a revolta aumentava até uma vez mais pensar "Mas o que mais é preciso???"

 

Conversa interceptada entre Pinto da Costa e Pinto de Sousa no dia 30 de Junho de 2003


chega apenas esta passagem... Pinto de Sousa para Pinto da Costa:

 

Pinto de Sousa: - "É...mas vou devagarito, pá, calmamente...vou falar com o Pedro Proença!"

Pinto da Costa: - "Vais?"

Pinto de Sousa: - "...grande jogo em Guimarãe, pá! Vai fazer um grande jogo!"

Pinto da Costa:- "Com recado para não expulsar ninguém"

Pinto de Sousa:- "Eh! Eh! Eh!"

 

...Nove dias mais tarde, no estádio Municipal de Guimarães, Pedro Proença seria de facto o árbitro da Supertaça. O Porto venceria por 1-0, golo de Costinha aos 55 minutos...


A imprensa unanimente destacou que o único golo da partida Costinha saltou com o guarda redes leiriense tendo este sido nitidamente impedido de chegar à bola pelo jogador portista...


Expulsões...De um jogador adversário.. e assim os Pintos puderam dormir descansados.


Justiça? Para onde vais?

 

 

 

publicado por Carlos às 17:30 link do post
03 de Fevereiro de 2009

Excelente texto de Rui Cartaxana no Record de 02 de Fevereiro 2009

 

"Semana sim, semana não, um dos jornais ou televisões ao serviço do FC Porto/Pinto da Costa volta à carga com as escutas telefónicas em processos da justiça desportiva. Não para desmentir os seus conteúdos, a gravidade do que é dito ou a sua veracidade, mas para questionar a sua utilização, sempre com base em formalismos legais inaplicáveis ou inexistentes. E para daí partir para a enésima garantia de que as punições ao sr. Pinto da Costa e ao FC Porto (2 anos de suspensão por corrupção de árbitros na forma tentada e perda de 6 pontos na classificação) vão ser anuladas, tudo em grandes parangonas e sem qualquer pudor ou receio de se verem desmentidos
 
Hoje mesmo, último sábado de Janeiro de 2009, o vetusto ‘Jornal de Notícias’ enchia a sua manchete com títulos garrafais dizendo ‘Escutas telefónicas fora do Apito Final’, ‘Constitucional confirma ilegalidade do uso de escutas na justiça desportiva’, ‘Decisão põe em causa castigos a Pinto da Costa, FC Porto e Boavista’. Que se passara? Que teria levado o Tribunal Constitucional (TC) a mudar de opinião? Pois bem, não se passara nada. Mas a partir de um primeiro telegrama da Lusa, bastou ignorarem o segundo, em que tudo era clarificado, para o esforçado pessoal do ‘Jornal de Notícias’ fazer o que, em bom português e salvo o devido respeito, se chama ‘albardar o burro à vontade do dono’.
 
Em resumo, o TC decidira na véspera ‘não apreciar o recurso interposto pelo Conselho de Justiça da FPF, que lhe tinha pedido para se pronunciar sobre a utilização de escutas telefónicas em processos disciplinares. Isto porque, no processo de punição do presidente da União de Leiria, João Bartolomeu, este recorrera para o Supremo Tribunal Administrativo (STA), pedindo a devolução dos textos das suas escutas, no que se chama uma intimação objectiva, uma habilidade processual restrita e sem consequências sobre outros processos. Muito menos em processos transitados em julgado, já apreciados e julgados em recurso pelo Conselho de Justiça da FPF.
 
Portanto, estamos perante a transformação de um ‘não acontecimento’ (a decisão do TC de não apreciar o recurso da do CJ da FPF atrás referido) num acontecimento. Ainda não foi desta vez que as escutas (praticamente a única forma de combater a corrupção) foram anuladas ou proibidas. Uma coisa estranha de defender, mas que, pelos vistos, tem os seus fiéis defensores..."

 

publicado por Carlos às 01:05 link do post
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
NOTÍCIAS
Posts mais comentados
Page Counter & TV

Hit Counters




pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO