BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
01 de Julho de 2009

 

Luis Filipe Vieira in SIC Notícias a 30 de Junho 2009:

 

"Não posso garantir títulos. Se eu tivesse árbitros em minha casa, podia garantir isso. Não almoço com eles, não janto com eles em minha casa, portanto, não posso garantir isso",

 

E assim espero que se mantenha a postura do Benfica e de quem o represente!

 
Não obstante o precedente aberto pela Sra Juíza ao ilibar Pinto da Costa pelo facto de receber árbitros em sua casa na véspera dos jogos do seu clube. O acórdão que saiu do caso do envelope, deixa bem claro que é prática absolutamente normal receber árbitros em casa, oferecer-lhes “cafezinho” e entregar-lhes envelopes sejam eles de que cor for.

 

Ainda a propósito da senhora Juíza que absolveu Pinto da Costa, quer tenha sido pela "alma clubista" ou por acreditar ser possível os três arguidos terem estado mais de uma hora a "beber um cafezinho e a conversar sobre nada". Ou quer tenha sido por ter achado piada ao seu colega António Mortágua, devo dizer que as pressões entre futebol e a Justiça sempre existiram. O "Caso do Envelope" nada de extraordinário ou de quebra de habitos existiram.

 

É uma das consequências do absurdo regime de segredo em que vivemos. Apenas conhecemos verdades parciais que, ora interessam a uns ora a outros. O Porto tem sido discreto no que respeita a vários temas incómodos. São pilhas de documentos e documentos, escutas, testemunhas com factos que aos olhos de todos, mesmo aos adeptos do dito clube não deixam qualquer margem de dúvida sobre o que se passou e se passa. Para a Justiça "são considerados irrelevantes".  Os velhos magistrados há uns anos alertaram sobre o perigo de a uma certa geração de Juízes lhes serem tão rapidamente dado tão alta responsabilidade.

 

A mistura entre futebol e Justiça não é de agora. Ao longo dos últimos tempos cada lado tem vindo a pressionar um e outro. Directamente, ou, o que é mais comum, através da comunicação social. E como se pressiona? Há o modo canhestro, com os encontros, nos quais se deixa caír uma "lembrança velada", um nome com poder para meter os "investigadores" em sentido, e, há o modo chamemos-lhe "notícioso, em que se dá a um jornalista a parte que convém do processo (sendo que este está sempre em conveniente segredo de justiça). E, assim chegamos às declarações públicas que não passam de banalidades e de discursos ocos.

 

Como os jornais parecem andar à frente das investigações, passam assim a ser os culpados da violação do segredo de justiça.

 

Mas quando é que todos abrimos os olhos para isto? É incrível como os jornalistas continuam a cair nesta rede. Será a ânsia do furo jornalistico? Será apenas e só pela "côr clubista azul e branca?" Será que tudo isto, não teria já sido planeado?

 

E é desta forma que se vai fazendo justiça por cá. E assim, vamos pagando para nada a tanto escriba, a tanto investigador e a funcionários judiciais.

 

Pergunto, e tenho esse direito, quem afinal fiscaliza o poder judicial...?

publicado por Carlos às 10:23 link do post

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
19
20
21
22
23
26
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO