BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
11 de Março de 2012

A todos os seguidores do BENFICA POWER

 

Mudámos a nossa plataforma e localização! Aguardamos a vossa visita em:

 

Página Oficial do BENFICA POWER: http://benficapower.wordpress.com/

Página Oficial do BENFICA POWER no Facebook:

 

 

 

 DESDE JANEIRO DE 2009 A DEFENDER O NOSSO GLORIOSO SPORT LISBOA E BENFICA

 

 


 

BENFICA SEMPRE

publicado por Carlos às 14:43 link do post
02 de Novembro de 2011

 

Dados da Delloitte Football Money League 2009

 

 

 
 
Estamos hoje a cumprir um contacto que nos salvou numa certa altura, mas que nos cortou a capacidade negocial até 2013. Mas, os contractos são para cumprir. E 2013 está muito próximo para terror da Sport TV

 

 

 Factos:

 

  • Existe uma Sport TV com o Benfica

 

  • Existe uma Sport TV sem o Benfica

 

  • Existirá uma Sport TV sem o Benfica? Eu digo Não, não existirá. Ou acaba, ou por fim abrem o mercado ao real Pay per View. O que fará as pessoas não terem que pagar na sua factura mensal os direitos desportivos dos saltos de Cavalo (por mais que os respeite, mas lamento não metam tudo no mesmo saco)

 

 

Recordo o alerta de Joe Berado:

 

 “Os direitos televisivos representam 50 por cento das receitas dos clubes europeus mas no Benfica significam apenas cinco por cento. O Joaquim Oliveira tem um contrato e, para o bem ou para o mal, deve ser respeitado até ao fim. Mas o Benfica tem de pôr condições”

 

Uma dessas condições como é lógico é algo dificil de digerir, como podem os contratos do (fc) porto e Sporting ter do mesmo valor de uma Marca chamada Benfica? É surreal! É urgente acabar com o monopólio da Olivedesportos de Joaquim Oliveira nos direitos televisivos dos jogos da Liga.

 

Eis porque disse, poder acabar por ser benéfica ao Benfica a confusão onde a TDT  e o meio da TV Generalista além de outras plataformas estão metidas.

 

Direitos de imagem? Direitos Televisivos do SLB? BENFICA POWER irá prevalecer!






Tendo em conta que nos Rankings de audiências de TV nos resultados do Top 20 do ultimo ano, o futebol alcança a maioria, sendo o Benfica o produto multimédia mais desejado face aos 14 milhões de adeptos espalhados pelo mundo.

Receitas de direitos televisivos de alguns dos mais importantes Clubes Europeus...

 

 

 

 

É por este motivo que move uma guerra tácita pelo controlo dos direitos televisivos do Spor Lisboa e Benfica

 

Sabendo nós que os direitos dos jogos do Benfica valem muito mais do que os 7,5 milhões de euros/ano que o clube recebe. O Benfica e a Selecção são hoje os únicos produtos que por si só garantem liderança nas audiências. Era importante que os contratos fossem ajustados à nova realidade, mas o Benfica ou renegoceia ou respeita o contrato até ao fim e nessa altura tomará opções.

 

Entretanto, é bom lembrar que em em Portugal e desde  29 de Abril, 29 localidades e muitas mais freguesias passaram já a poder visualizar a Televisão Digital Terrestre (TDT),o que corresponde aproximadamente a 40% da população portuguesa. Lembrar ainda que o concurso ao controlo de um canal generalista em sinal aberto e ao controlo de vários canais em sinal fechado culminou em Março na  exclusão das candidaturas da Telecinco e da Zon por parte da  Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) - ao concurso para o quinto canal em sinal aberto, por não reunirem "os requisitos legais e regulamentares para admissão a concurso." Neste momento, só depois de ter a garantia que a decisão da ERC se confirma, o governo decidirá se lança um novo concurso ou se define uma nova utilização para o espectro reservado ao quinto canal. No meio deste emaranhado legal e de direccionamento de mercado, surge ainda o facto de ter sido assumido que o resultado do concurso para o quinto canal diminuirá o interesse dos portugueses em aderir à Televisão Digital Terrestre (TDT).

Enfim, apesar deste habitual contorcionismo tipicamente português, acredita-se que a TDT possa ser o grande negócio da próxima década, prevendo-se que possa alcançar valores de mercado muito superiores por exemplo aos alcançados pelo mercado das telecomunicações móveis, na casa dos milhares de milhões de euros.

 

Se por um lado, temos neste momento já muito à nossa frente países que correspondem a potências futebolísticas na Europa: Inglaterra, Itália, Espanha, Alemanha, França, não deixa de ser curioso que porventura este limbo onde o meio TDT/Quinto Canal ainda se movimentam poderá ainda acabar por ser benéfico ao Benfica.

 

E o motivo é simples, dá tempo ao Benfica de poder aguardar o tempo legal para poder negociar livremente. em Portugal, Joaquim Oliveira é actualmente o detentor dos direitos televisivos do Benfica até 2012/2013, sendo accionista da Portugal Telecom, Zon Multimédia e grande accionista da Sporttv (Canal de sinal fechado dedicado ao desporto).Neste meio intrincado surgiu a favor do Sport Lisboa e Benfica a Opa de Joe Berardo ao Benfica e o seu interesse em ser accionista estratégico da SAD.

 

 

 

Porque foi beneféfica, ou acabou por o ser? Muito simples, foi o primeiro alerta para a importância dos direitos televisivos, tendo-se referido explicitamente a esta temática. Recorde-se que Joe  Berardo é accionista estratégico das 3 principais empresas de multimédia de Portugal, Portugal Telecom, Zon Multimédia e Sonae.com, tendo um interesse natural no futuro mercado da Televisão Digital Terrestre e principais produtos multimédia, cujo arranque representa um factor de inovação no meio audiovisual português e que, acima de tudo, vai permitir uma comunicação mais fluida com todo o universo de adeptos benfiquistas, bem como e acima de tudo, a maximização e defesa da marca Benfica.

 

Neste meio, surge a nossa Benfica TV e seus direitos televisivos. Lembro que são activos fundamentais do Benfica. Não podem nem devem ser desvalorizados por ninguém. Ao contrário do sucedido num passado, ainda bem presente na memória de todos, devemos ser intransigentes na defesa dos interesses do Sport Lisboa e Benfica.

 

Foi perceptível na altura que os valores da tv estavam muito sub-valorizados, mas não tínhamos muito poder negocial na altura. São exemplos desse passado recente os contractos longos com a Olivedesportos, Adidas, a empresa que gere o merchandising, Loja do Benfica e os namings das bancadas.

Recordar-se-ão que renovámos em 2002/03 porque tínhamos com eles uma divida avultada do famoso contrato rasgado... e que convertemos em “receita”, renovando ate 2013 (10 anos).

 

Ou seja, financeiramente, foi uma mancha, como Manuel  Vilarinho assumiu no dia que assinou. Do ponto de vista de necessidade no imediato para o clube foi à data um fundamental comprimido de nitroglicerina. Permitiu um encaixe de tesouraria relampago e a forma de tirarmos o Benfica na barra dos tribunais. Onde ede acordo com os nossos advogados, as hipóteses de ganharmos era pouco mais que nulas.

 

A actual direcção do Benfica, começou já como é sabido a definir as plataformas distribuidoras do Canal Benfica. Quem em Outubro, vier a ser eleito para o mandato até 2012, ano em que termina o contrato actual dos direitos televisivos do Sport Lisboa e Benfica, essa sim terá perante si, a responsabilidade e o poder de gerir a Marca Benfica e finalmente de forma livre negociar dentro do que a marca de facto vale os direitos de transmissão do nosso Sport Lisboa e Benfica.

 

O certo é que em 2013 é que a coisa será completamente diferente. Em suma, vamos ter que esperar para ver o real poder da nossa marca... ate 2013

 

Recordo o alerta de Joe Berado:

 

 “Os direitos televisivos representam 50 por cento das receitas dos clubes europeus mas no Benfica significam apenas cinco por cento. O Joaquim Oliveira tem um contrato e, para o bem ou para o mal, deve ser respeitado até ao fim. Mas o Benfica tem de pôr condições”

 

Uma dessas condições como é lógico é algo dificil de digerir, como podem os contratos do (fc) porto e Sporting ter do mesmo valor de uma Marca chamada Benfica? É surreal! É urgente acabar com o monopólio da Olivedesportos de Joaquim Oliveira nos direitos televisivos dos jogos da Liga.

 

Eis porque disse, poder acabar por ser benéfica ao Benfica a confusão onde a TDT  e o meio da TV Generalista além de outras plataformas estão metidas.

publicado por Carlos às 17:21 link do post
tags:
30 de Julho de 2010

Ao pedido de desculpas apresentado pela SportTv, respondo desta forma. Estão perdoados, mas “desamparem-me a loja”. Todos sabemos do que esta estação é capaz. Se desta vez temos nomes, Rui Pedro Rocha, Jorge Goulão e Pedro Henriques, nas anteriores a penumbra da Régie sempre permitiu muito mais do que esta conversa em off. A enxovalhar, fazerem-nos ver linhas de fora-de-jogo tortas, linha de baliza enviesada, a não repetição de jogadas e momentos essências através do melhor enquadramento. A exaustiva repetição até à exaustão de tudo o que pudesse denegrir a imagem do Benfica  imagens nos ângulos verdadeiros.

 


 

Isto aconteceu, é facto...

 

É conversa off, correcto. Mas ela aí está e eu não sou surdo nem esquecido. Se eu tenho este tipo de conversa entre amigos no café? Tenho. Mas, não sou Jornalista, não tenho carteira profissional e código deontológico a reger os meus comentários. Faço-o na bancada, na rua etc na qualidade de adepto. Carteira de adepto e sócio tenho uma, a do Sport Lisboa e Benfica. Por isso não me venham com o argumento de “coitadinhos estavam em off”. Se o fizeram passar cá para fora é problema deles.

 

A este tipo de “jornaleiro” de há uns anos a esta parte juntaram ex-jogadores medianos a segurar numa caneta enquanto mandam umas patacuadas atrás de um chorrilho de lugares comuns.

 

 

Assim sendo, e dando a importância devida aos  os protagonistas foram Rui Pedro Rocha, Jorge Goulão e Pedro Henriques, ou seja nenhuma, aproveito para lembrar que este episódio é apenas uma gota no oceano, uma pedra de toque para nos fazer abrir a pestana no que acontece em praticamente todas as transmissões televisivas da Sporttv.

 

Rectifico, importância zero, dou a Rui Pedro Rocha e Jorge Goulão, a Pedro Henriques, a importância não chega a zero. Indigno e inenarrável  a forma como Pedro Henriques fala de Roberto.

 

Em súmula, que este estúpido episódio nos sirva de lição a passemos a pensar duas vezes antes de andarmos a sustentar que nos trata desta forma.  (Benfica fora da Sporttv no Facebook )

 

 


 

Benfica fora da Sporttv no Facebook

e pensarmos duas vezes antes de andarmos a sustentar que nos trata desta forma.

 

 


publicado por Carlos às 12:35 link do post
12 de Julho de 2009

Sinal de que algo começa a mudar quanto ao verdadeiro e real potencial dos direitos televisivos do Sport Lisboa e Benfica, conforme tive ocasião de escrever faz uns dias, é o facto de calmamente nos estarmos a libertar do colete de forças que significa o contracto com a empresa de Joaquim Oliveira.

 

É significativo, observarmos algo tão simples como o seguinte; Estamos a negociar e muito bem jogos fora do espartilho da Liga, caso a caso, jogo a jogo. É evidente que o retorno financeiro desta forma é porventura mais aproximado do real valor dos nossos direitos de imagem, mas, acima de tudo, o Canal de sinal Fechado Sporttv, começará (se não começou) a entender que existe:

 

Uma Sporttv com Benfica

 

e existe

 

Uma Sporttv sem Benfica

 

Neste momento, existe uma Sporttv sem Benfica na pré-época...

 

E não falta muito tempo para chegarmos a 2013

publicado por Carlos às 00:05 link do post
08 de Fevereiro de 2009

Por Ricardo Araújo Pereira

 

In Jornal A Bola

 

 

Se houvesse justiça, hoje o Benfica ganhava no Dragão por 0-3, com três golos na própria baliza do Fucile. O jogador, sem que nenhum treinador do Porto lho tivesse ordenado, segundo garantiu à Sport TV o inocente Jesualdo Ferreira, fez de propósito para ver um segundo cartão amarelo com o objectivo de poder jogar contra o Benfica. Significa isto que Fucile manda mais na equipa do Porto do que o treinador. Jesualdo podia ter pretendido utilizar Fucile no jogo de Alvalade, mas o lateral decidiu, por sua própria iniciativa, que só voltaria a jogar nas Antas. Talvez a intenção de Fucile tenha sido evitar a vergonha que os colegas passaram contra o Sporting, mas ainda assim não deve substituir-se ao treinador.
 
 
Tenho fortes dúvidas relativamente à gestão do plantel feita por Jesualdo Ferreira no jogo da Taça da Liga. É certo que o Porto não marca um golo em casa há mais de dois meses. Mas, tendo em conta a humilhação sofrida em Alvalade, onde foi goleado por um Sporting sem Liedson, não sei se Jesualdo não terá sido demasiado cauteloso. É importante não esquecer que hoje o Porto tem um trunfo muito forte: o árbitro da partida vai ser Pedro Proença. E Pedro Proença é mais um daqueles árbitros que anuncia em público que é adepto do Benfica e depois passa a carreira a demonstrar a sua isenção prejudicando sistematicamente o clube. Para que Pedro Proença assinale um penalty a favor do Benfica é preciso que haja um homicídio na área adversária - e mesmo assim não há certezas. Para que assinale um contra o Benfica, basta que o vento agite a camisola de um adversário - ou nem isso.
 
Os leitores de jornais desportivos terão certamente estranhado, mas esta semana Pinto da Costa ainda não fez qualquer comunicado através de Filipe Soares Franco. É possível que os jornalistas que pretendem recolher informações sobre o Porto se tenham aglomerado em Alvalade, à espera de novidades, mas a verdade é que o presidente do Sporting não divulgou qualquer facto novo. Sei que há quem tenha criticado Soares Franco por ter relatado impecavelmente a conversa telefónica que manteve com Pinto da Costa, mas eu, pessoalmente, não lhe levo a mal: toda a gente sabe que, mais tarde ou mais cedo, as conversas telefónicas de Pinto da Costa passam a ser do domínio público, quanto mais não seja para que os tribunais possam ignorar oficialmente os factos gravíssimos que elas contêm. Além disso, aqui há tempos Pinto da Costa insinuou que Soares Franco não diz coisa com coisa depois do almoço, e deve ser muito agradável falar ao telefone com quem faz afirmações tão divertidas sobre nós. No entanto, ninguém fez os dois reparos essenciais que Soares Franco merece ouvir no âmbito da sua nobre actividade de moço de recados de Pinto da Costa: primeiro, Soares Franco não adiantou se ouviu algum árbitro a perguntar ao presidente do Porto se, por acaso, tinha adoçante. É sabido que certos árbitros visitam a casa de Pinto da Costa para tomar café, e é natural que quem pratica uma actividade física evite o açúcar. Segundo, os jornais esqueceram-se de referir que a atitude correcta de um dirigente decente que recebe um telefonema de Pinto da Costa é dizer: «O quê? Quer comunicar-me decisões tomadas pelo seu clube referentes a competições oficiais? Então passe o telefone a alguém que não tenha sido condenado por tentativa de corrupção, porque o senhor está suspenso durante dois anos e, nessa medida, encontra-se impedido de participar na vida do clube.» Era mais ou menos isto que, num clube normal, sucederia. Mas os adeptos leoninos bem dizem que o Sporting é um clube diferente.

 

publicado por Carlos às 11:57 link do post
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
NOTÍCIAS
Page Counter & TV

Hit Counters




pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO