BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
08 de Dezembro de 2009

Ao passar por uma televisão ligada no jogo onde está a participar o Clube do Campo Grande com o objectivo de pedir um retemperador café, ao ver aquelas camisolas de imediato me surgiu a ideia olha o Clube do mergulhador Moutinho... e não é que nesse mesmo momento eis que o dito, depois de duas piruetas um mortal empranchado e 10 voltas na relva num esgar que merecia uma filmagem de um qualquer filme de guerra para mostrar a brutal devastação provocada por uma arrepiante explosão, consegue arrancar um segundo amarelo a um jogador do Setúbal que apenas soprou provocando uma ligeira brisa.

Ei-lo, João Moutinho a rebolar como um Caniche num qualquer relvado. Nada de novo... Já me esquecia, a habitual actuação deste mergulhador nunca dispensa no meio do esgar de dor como se lhe tivesse sido arrancada uma unha do dedo do pé é sempre acompanhada por um olho aberto a olhar sorrateiramente para o respectivo árbitro...

 

Nada de novo ó Moutinho..

Bem, como Portugal é um país com um historia relacionada com o Mar, a prática na qual Moutinho é mestre, tem também outros mestres, sendo que no Norte se encontra aquele que mais amarelos e vermelhos consegue retirar aos adversários, por consecutivas simulações de faltas, e constante mergulhos o incrível mergulhador Hulk, que na actual época, mesmo tendo sido penalizado por tais práticas na Mata Real, não tem parado na sua tentativa de ganhar o prémio de mergulhador do campeonato, sempre com simulações ridiculas.

Mas sem dúvida,  João Moutinho, é verdade, é mais subtil que o seu grande rival Hulk, mas sempre mais espalhafatoso, raro é a ocasião que não dá estes rebolões como se tivesse partido uma perna ao algo parecido, não conseguindo mesmo passar um jogo sem dar azo ás suas qualidades de mergulhador na tentativa de ganhar algumas faltas e amarelos, mas ao contrário dos outros dois especialistas (Lisandro e Hulk), este ano, não têm tido muito sucesso nos seus intentos. Um porque já não veste a camisola do clube da travessa das Antas, o outro, por manifesta falta de jeito para a arte que é o Teatro
.

publicado por Carlos às 00:01 link do post
05 de Junho de 2009

Em vésperas de receber o Benfica e com um jogo da Taça pelo meio eis o "que a máquina bem oleada" do clube que diz ter ganho o campeonato faz:

 

 

Imperdível o momento em campo assim como os comentários dos Marretas na TV

 

Um dos melhores momentos do campeonato que dizem ter tido um campeão


 


Eu recordo, esta vil encenação antecedeu o tal jogo na travessa das antas onde surgiu o maior reforço do porto esta época Pedro Proença. Fantástico na assistência ao LisandrÓvoador. E assim se diz e fica registado que O Benfica não venceu esse jogo!


publicado por Carlos às 00:55 link do post
11 de Maio de 2009

Deve dizer-se de forma bem clara, que o objectivo de vida de Pinto da Costa não foi atingido. Apesar dos títulos conseguidos pelo (FC) Porto - grande parte deles à custa das mais variadas formas de viciação, muitas delas para além das questões vindas a público no âmbito do processo "Apito Dourado" - a verdade é que o clube nortenho nunca foi capaz de se afirmar como referência nacional, nem cativar a simpatia, ou mesmo o simples respeito, da esmagadora maioria dos adeptos portugueses, sobretudo fora das fronteiras da sua delimitada região. Pinto da Costa nunca conseguiu matar a alma benfiquista, nem retirar o sentir da gigantesca massa adepta do nosso clube. Mesmo tendo, ao longo deste período negro da sua presidência - o período do padrinho - ganho mais vezes, o (FC) Porto nunca venceu por si próprio, mas sim, e sempre contra alguma coisa. Contra o Benfica, contra Lisboa, contra o Sul, conforme a cartilha que escreveu em conjunto com José Maria Pedroto, escrita contra os fantasmas dos seus próprios complexos. Mesmo ganhando aos grandes, nunca deixou de ser pequeno. Uma pequenez do tamanho do seu presidente, que transformou uma instituição outrora respeitável num antro de rancor e podridão. Esta personagem deve ser aquela entre todas as áreas de actividade, que mais mal fez a Portugal e à sua coesão colectiva. Um mal que apenas o futuro virá apurar, e que é estranhamente tolerado e branqueado por uma comunicação social servil, superficial e reverente para com o poder, por dirigentes desportivos e agentes diversos que fazem do servilismo um modo de vida.


 

publicado por Carlos às 07:42 link do post
28 de Abril de 2009

 

Miguel Sousa Tavares ao comentar o não-assunto “Hulk”, descobriu no íntimo do plantel do (fc)porto a inocência de um Pinto da Costa, a candura de um Valentim Loureiro ou a lealdade entre Colegas de profissão de um Bruno Alves.

 

 

Nada contra. Continuo a adorar a terça-feira, por entre várias razões, por ser dia de Nortada do MST (sem qualquer ironia).
 
Fazendo dos "meninos jogadores de futebol do (fc) porto" um exemplo de lisura e inocência, alega de uma forma tão convicta ter sido montado um ataque planeado ao longo de meses ao "fora de série Hulk" que me leva a dizer, quem sou eu para contradizer tamanhas patacoadas …
 
Como respeito convicções com base em estados de alma exacerbados e tenho para mim que não são para serem levados a sério mas sim de forma ligeira, vamos lá participar na brincadeira.
 
Adorei ler a parte onde o Hulk é chamado de “fora de série”. Rendi-me uma vez mais ao humor excepcional de MST quando com dotes de profeta afirma que o “próximo ataque” é ao “Lisandro” e acima de tudo, mas mesmo acima de tudo que se diz que tendo em conta que os ataques às pernas dos meninos das antas motivam que o clube do mesmo bairro passou a ter “aquele que é o pior banco de suplentes de que há memória: Stepanov, Tomás Costa, Andrés Madrid, Guárin, Mariano, Fárias, e todos juntos não valem um jogador médio” ….
 
 
 
 
 
Bem…como disse atrás, quem sou eu para o contradizer.
 
 
 
Para recordar: Hulk considerado fora-de-série e Stepanov, Tomás Costa, Andrés Madrid, Guárin, Mariano, Farias, juntos não valem um jogador médio....
 
Ora digam lá se não vale mesmo a pena aguardar pelas Nortadas de terça-feira do Miguel Sousa Tavares?

 

publicado por Carlos às 17:29 link do post
07 de Abril de 2009

É por demais evidente que a dinâmica de vitória permite gerir emocional e tecnicamente uma Equipa. O problema é que apenas quem não quer entender que tem sido baseado em momentos capitais que o clube da cidade do Porto sito na Antas após anos de descarado gozo a subverter a verdade desportiva, passou a actuar de forma cirúrgica.

 

O total descontrolo para os lados das antas personificado num porta voz a soldo vulgo Jesualdo Ferreira, visível pelas permanente figadeiras e ataques histéricos depois de muito porfiar actuando de forma indirecta em jogos em que o Benfica foi escandalosamente prejudicado culminou no que o nosso Capitão Luisão vem agora lembrar. Quanto ao tal Jesualdo nem convincente já consegue ser. Ele sabe bem que o preço que tiveram que pagar são apenas uns simples trocos. Um jogo de castigo pelo Campeonato? "Ó LisandroMentiroso, atira-te mais para o chão" é de certeza o que devem agora estar a dizer lá para os lados das antas.

 

E é tão simples.

 

O lance de um anti-desportista chamado lisandro (até o nome é viscoso) vai muito provavelmente valer mais um campeonato de mentira. Reparam como o tal porta-voz a soldo do sistema está muito mais calmo, depois de não ter sido derrotado em casa?

 

À parte a caricata "lição de Física" que noutra altura abordarei na forma adequada, o importante é saber que como iniciei este texto a tal "dinâmica de vitória" foi-nos abafada por Pedro Proença, rectifico, pelo espalhafato causado pela queda (a tal que deveria ter sido para trás) de um MENTIROSO e pressionada por um Sistema que tarda a cair pelo seu estado PODRE.

 

Assim sendo, caso se confirme que o clube da cidade do porto sito nas antas chegar à 30ª Jornada em 1º,

 

NÃO RECONHEÇO CAMPEÃO DE PORTUGAL NESTA ÉPOCA!

 

Desafio todos os Benfiquistas a fazê-lo (e não só Benfiquistas, todos os que não estejam metidos na Santa Aliança Lumiar-Antas).

 

Lembram-se do que se fazia aos meninos que queriam jogar à bola e não deixavam os outros jogar porque dizia ser dele o brinquedo?

 

Isso mesmo: "Fica a jogar sozinho que eu tenho mais que fazer"

publicado por Carlos às 11:38 link do post
16 de Fevereiro de 2009

Como a justiça quando aplicada é tão bela.

 

Para a fantástica gala dos Dragões de Ouro estão já escolhidos os melhores actores do ano. Nada a apontar. Reparem bem:

 

Atleta do Ano: Lisandro Lopez

Futebolista do Ano: Fucile

 

Tudo está bem, quando os prémios são justos. A carreira de actores lá para os lados daquela personagem inexistente chamada Dragão está assegurada a estes "dois artistas"

 

 

publicado por Carlos às 21:45 link do post
16 de Fevereiro de 2009

A analogia que aqui já usei sobre o que se passa aqui pela "pacata Lusitânia" e o mês de Fevereiro ser o mês dos Óscares vem mesmo a propósito de novos desenvolvimentos cinematográficos.

 

Yebda, marcou...mas...não chegou. Porquê? Já todos sabemos o porquê.

 

fomos ajudados a aligeirar a carteira onde constavam 3 pontos. Se uso o termo ROUBO ainda sou castigado e no minimo fico 3 jogos sem poder ir à Luz e uma semana sem poder comer pernas de pau.

 

Mas que maçada esta. Será que os argumentistas da Liga tal como nos EUA estão em greve ou a inspiração já teve melhores dias?

 

Mudem o filme, mudem o argumento bolas. Ora esta, já cansa, é sempre o mesmo, só mudam as personagens, assim não!!!! Yebda? E depois? Esse papel já foi de Kandaurov, de João Pinto de Amral...etc.

 

 

Como se não bastasse, tentam-nos enganar apenas pelo facto de mudar o cenário. Ora essa, a "malta" até percebe disto da sétima arte. Agora a personagem usada, já não precisa de usar uma águia ao peito? Já usam o Fábio Coentrão? Mas esse usa verde às riscas. Ah, estavam a ver se passava. Não, nem pensar, o filme é o mesmo.

 

Porto marca em penalty inexistente, o rapaz marca um daqueles chamados golões ao Helton. Cena final do filme? O Ernesto "comes lately" (era apenas um nome de um filme, mas diferente deste), sobe pelas costas do defesa do Rio Ave e marca.

 

Srs Produtores, má tentativa, o filme é o mesmo!!!!

 

E no meio de mês de sétima arte, o argumento deste filme esgotado acaba de em apenas dois jogos dar 5 (cinco!!!) pontos de mão beijada ao porto:

 

Eis um fantástico mergulho para a piscina seguido de mais um Penalty fantasma a dar o 1-0


 

 

 

Em seguida, o único golo legal lá pelos lados do Dragão. E de quem devia ser? Por acaso de um jogador emprestado pelo Benfica, Fábio Coentrão. Quique, atenção a este míudo

 

 

 

 

 

Querem ver, querem ver como o filme é o mesmo? Lá estavam dois pontos a voar...sem problema...eis o Ernesto a trepar...


 

 

 

Para completar o mesmo filme, o mesmo argumento, ainda lembro que o nosso Fábio Coentrão foi agredido verbalmente no tal túnel das Antas, perdão do Dragão e nem uma palavra dos dirigentes do Rio Ave.

 

Epílogo e créditos finais desta película, sem dúvida para Carlos Brito. Na Luz depois de ter levado um banho de bola (e de água) fez um barulho tremendo sem ninguém perceber porquê. Neste jogo...segundo o mesmo Carlos Brito, "tudo normal" com os habituais lugares comuns da historiqueta "que esta postura dos meus jogadores se repita nos mesmos jogos"

 

publicado por Carlos às 20:51 link do post
14 de Fevereiro de 2009

Não deixa de ser um bom sinal que até por fora se comece finalmente a perceber o que se passa no futebol português, eis um bom exemplo de um vídeo colocado no "YouTube" com o título de

 

RIDICULOUS PENALTY OPORTO vs BENFICA

 

 




 

O acto desleal, desta triste personagem que impunemente continua a espalhar mentira pelos relvados se consultados os Regulamentos e a interpretação que deles faz a Liga de Clubes e ainda o relatório do árbitro, conclui-se ser inevitável a abertura de um processo disciplinar a este falso jogador de futebol.

 

Lembro, Katsouranis sem base em nenhum regulamento inequívoco foi punido com uma justificação em algo tácito e não concreto. Por esta comparação as minhas desculpas a Katsouranis. Comparar o facto de ter dado uma opinião numa lingua que não domina ao acto deplorável que este Lisandro fez é algo que nem se devia fazer. Apenas o faço por comparação à consequências disciplinares.  Se Katso, pelo que disse levou um jogo de suspenção, o que este mentiroso deveria levar?

 

Recordando as palavras de outra personagem cujo caracter é idêntico com a responsabilidade acrescida de ser quem dirige este Lisandro, sim refiro-me a Jesualdo, a mentira que ele próprio criou de forma atabalhoada dizendo que o árbitro marcou braço de Yebda a Lisandro, fica esclarecida com o relatório de Proença

 

"Rasteira de Yebda a Lisandro Lopez"

 

- Não acertas uma Jesualdo!

 

Nestas últimas 24 horas têm-se dado destaque ao facto de Lisandro poder falhar o jogo com o Sporting. Além de ser uma daquelas verdades do Sr "De La Palisse" é curioso o destaque.

 

E é curioso por uma simples razão. Se acreditasse na justiça (a mesma que leva um Juiz dizer inequívocamente que ex mulher de Pinto da Costa mentiu) é óbvio que este LisandrÓmentiroso seria punido de forma exemplar por falsear de forma muito grave a verdade desportiva. Este é o assunto, este o facto e esta deve ser a notícia. Se vai falhar o jogo com o Sporting? Quero lá saber disso? Esta agora, o destque seria o mesmo se o falhasse com o Rio Ave? Não, não seria. Mas deveria. O motivo é o que este Lisandro fez e não se vai ou não jogar com este ou aquele.

 

 

 

P.S. Não usem, nem me venham com o argumento do "coitadinho" dizerem-se ou fazerem-se de surpreendidos. Todos os Clubes foram avsados na época de 2007/2008 sobre esta regra destinada a punir comportamentos anti-desportivos.

publicado por Carlos às 15:05 link do post
11 de Fevereiro de 2009

 

O empate no Porto obtido pelo (FC)Porto numa situação em que o árbitro foi levado, ou deixado levar por Lisandro, que “mentiu” mostrando o seu carácter cavando um penálti inexistente levou a que concluísse que a Equipa do Benfica merecia estar em primeiro no Campeonato.
 
Não foi possível pelas circunstâncias que todos conhecem. Em frente, porque falar desse falso penálti do jogo de domingo seria necessário falar de uma série de jogos onde o Benfica foi prejudicado, e neste momento quero sim falar do nosso Benfica.
 
O Benfica, coincidindo com o facto de jogadores influentes como Aimar, Reyes, Katso, Maxi etc, parecer estar a caminho de uma excelente segunda volta, aliando a este importante aspecto a estabilidade do nosso “onze” Moreira, Maxi, Luisão, Sidney e David Luiz; Katsouranis e Yebda; Ruben Amorim, Aimar e Reyes; Suazo juntando a segurança de olharmos para o nosso Banco e vermos mais seis “titulares” e posso dizer neste momento estar perante o “click” que marca a diferença entre as dúvidas inerentes de uma Equipa em crescimento e a consolidação de rotinas de que falei uns Posts atrás.
 
Precisamos neste momento ter em conta que a nossa Equipa se encontra em fase de recuperação, e não, não falo tanto do ponto vista físico mas sim uma recuperação mental após o jogo do dragão. Por vários motivos, sendo um deles, o “sentir de uma vã injustiça sobre o que seria neste momento o empolgamento do plantel não fora a falsidade do que se passou”.
 
Recuperação mental ao nível dos aspectos de concentração, aspecto fundamental para que os nossos jogadores consigam e saibam estar “no jogo” os 90 minutos.
 
De uma vez deixemo-nos de preocupar tanto com aspectos físicos, mas sim com a interacção entre todos os sectores. Importante, muito importante é manter a estabilidade de desempenho da organização de jogo da nossa Equipa. Ritmo, aspecto que naturalmente é uma consequência daquilo a que chamo consolidação das rotinas de jogo independentemente do adversário. Quero lá saber como repeti há uns dias que se trate do (FC) Porto ou do Paços de Ferreira. São estas rotinas que naturalmente se adaptam minuto a minuto a quem temos pela frente e não o adversário que nos faça mudar o estilo de jogo. Ao que o nosso Presidente hoje chama de “Manter o espírito à Benfica” eu chamo ao facto de se jogar com aquelas camisolas, a mentalidade que Quique tem vindo a pedir e a procurar consolidar. MENTALIDADE GANHADORA.
 
É já evidente vermos a nossa Equipa em treino ao longo da semana, mantendo um fio condutor, um dado comum a todos os jogadores, treinar para todos saibam de forma clara o que devem fazer durante o jogo.
 
Em suma, estão reunidos os factores que permitirão aos nossos jogadores entrarem em campo, seja lá que jogo for, a saberem o que devem exactamente fazer. Tão simples e ao mesmo tempo algo tão difícil de consolidar. Estou convicto ser isto que o nosso Treinador tem vindo a fazer mesmo que para isso tenha de forma sincera admitido que existe (ou existiu) uma fase em que a qualidade de trabalho se manteve em segundo plano dando prioridade à quantidade de trabalho com a finalidade de se obter de forma pragmática primeiro solidez a nível de resultados. Por tudo isto e  tendo em conta que o Benfica dispõe actualmente do melhor Plantel em Portugal, é natural admitirmos que o tal “click” se de,r temos no Glorioso o mais forte candidato ao título. Digo-o de forma convicta e não baseado em “desejos” apenas.
 
Após o efeito LisandrÓmentiroso, após o efeito FC Proença, esperemos que estes efeitos que nos querem convencer serem casuísticos não vão além do que possa ser tolerável, por uma simples razão, já há muito o tolerável foi ultrapassado.
publicado por Carlos às 22:14 link do post
09 de Fevereiro de 2009

 

Dou comigo a pensar como e se será possível a Lisandro Lopez, Jesualdo Ferreira e Pedro Proença sairem à rua sem esconderem a cara de vergonha.

 

Cada um à sua maneira marcou para sempre alguma credibilidade que poderiam ainda ter. Mas alguém pode conceber que no futuro em alguma circustância se possam levar a sério estas personagens?

 

Para a história, fica um Proença que a a 1 metro de distância de um lance consegue inventar um Penáti que fere de morte a verdade desportista. Fica um Jesualdo, que ficará conhecido por dizer que uma folha branca é preta, pior do que isso. Ele próprio acredita nisso. E finalmente um jogador que para todos e para sempre ficará marcado por este lance. Enganador, mentiroso e falso são termos que rimarão sempre com Lisandro Lopez 

 

 

A reter deste jogo, com resultado falso como judas temos a capacidade física da Equipa do Benfica (Parabéns Pako Ayestarán, grande preparador físico). Vimos um Benfica dominador, fresco e superior aquilo que chamam de Equipa de grande valor, técnico e orgânico.  
 
Vimos ainda um FC Porto que claramente apostou o tudo ou nada neste jogo com o Benfica. E PERDEU. Contribuiu para esta sua derrota a humilhante derrota em Alvalade à qual se seguiu agora uma humilhante prestação, vergando-se a um Benfica com estofo de campeão.
 
Recordo ainda que a sua última vitória, sensaborona, perante os de Belém se deveu ao facto de pela frente terem uns pastéis tenrinhos e que abriram as portas de par em par a sua excelência o seu aliado FC Porto. O Belenenses perante o Benfica? Todos nos lembramos, além do anti-jogo que fizeram ainda tivemos pela frente um Elmano que impediu mais uma vitória do Benfica.  Ainda assim, não fosse uma inqualificável decisão de Pedro Proença, quando o Porto estava perfeitamente dominado e imagine-se o que seria neste momento de Jesualdo e seus subordinados…Decisão de Proença quando e de forma inequívoca todos aguardavam por um mais que natural segundo golo do Benfica que por pouco não aconteceu.
 
A reter ainda algo que a lógica, ou a falta dela, a compreensão ou a falta dela não conseguem de forma alguma explicar. Se este Pedro Proença se a 1 metro do lance onde um jogador vil, mentiroso chamado Lisandro deveria ter visto um amarelo, não vê, o que dizer de um lance a 10 metros? Ou será que como o Jesualdo que vê melhor a 300 Km do que a 20 metros? Difícil de entender. Ou melhor, não vale a pena sequer tentar entender o que não tem explicação dentro do que é lógico. Se é incompetência ou algo mais, não sei, mas muito mal estamos quando por aí ouço dizer ser este homem o nosso melhor árbitro.
 

Lembro també, que a personagem mentirosa chamada Lisandro ao ter visto o adequado amarelo, estaria fora do jogo com o Rio Ave. 

 

Em suma Quique ganhou claramente o duelo ao Jesualdo. E assim se mantém a construção de uma Equipa chamada Benfica que passeou classe no Dragão. E assim se vai consolidando a tão pedida mentalidade vencedora no nosso Glorioso. Quique segue, Benfica em frente estamos a meio da época e já se vê o que podemos esperar do Benfica nos próximos tempos.   

 

publicado por Carlos às 19:14 link do post
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
NOTÍCIAS
Posts mais comentados
Page Counter & TV

Hit Counters




pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO