BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
13 de Dezembro de 2009

 Apito Dourado

São todos bons rapazes...

 

Dos 25 árbitros que actualmente se encontram na primeira categoria do futebol profissional a apitar jogos da I e da II Liga, só sete nunca foram referidos nas quase mil folhas que compõem o despacho final do Ministério Público de Gondomar, no processo que ficou conhecido como Apito Dourado.

 

Dos nove internacionais também há apenas três sobre os quais nunca recaiu qualquer suspeita. São eles Paulo Costa, João Ferreira e Duarte Gomes, das associações distritais do Porto, Setúbal e Lisboa, respectivamente, sendo que os restantes, da primeira categoria, são Vasco Santos e Carlos Duarte (promovidos este ano), bem como Hélio Santos, de Lisboa, e Rui Manuel Costa, do Porto.
 

Actualmente, são nove os árbitros que estão incluídos no quadro da FIFA. Lucílio Baptista, Paulo Paraty e Bruno Paixão foram constituídos arguidos no processo de Gondomar. Dos que actualmente se encontram na primeira categoria do futebol foram também constituídos arguidos, por suspeita de corrupção desportiva, mais nove árbitros: Artur Soares Dias, Augusto Duarte, Carlos Xistra, Cosme Machado, João Vilas-Boas, Nuno Almeida, Paulo Pereira, Paulo Baptista e Rui Silva.

 

Dos restantes, os casos em análise são diferentes. Elmano Santos, da Madeira, aparece envolvido na arbitragem do jogo Benfica-Boavista, a 18 de Janeiro. O seu nome foi indicado por Valentim Loureiro. que um dia antes do jogo lhe telefonou e deu-lhe conta de que teria sido absolvido num processo disciplinar instaurado pela LPPF. O Boavista perdeu o jogo por 3-2 e Elmano Santos foi novamente abordado pelo presidente da Liga. Pode ler-se no despacho do MP que Valentim Loureiro estaria bastante irado, dando conta a Elmano Santos de que poderia ser alvo de outro processo. O árbitro disse depois ao procurador que só nesse momento percebeu que a "absolvição" havia sido uma prenda e que a sua nomeação não era "inocente". Deste caso foi extraída certidão para o DIAP do Porto, sendo que do relatório dos peritos ressalta que os erros do árbitro foram em igual número para ambas as equipas.
 

 

 

publicado por Carlos às 22:00 link do post
13 de Dezembro de 2009

Sr Platini? Segundo as suas palavras agora passou a saber ser o FC Porto um clube idóneo...

Como os portugueses não aceitam que lhes seja passado um atestado de estupidez ou que com as suas palavras tudo fique como estava aqui fica mais uma lembrança:

 

Em Janeiro do ano passado, Comissão Disciplinar da Liga (CD) dizia:


 

"Mesmo sem escutas Pinto da Costa seria condenado"

 


Podia-se então ler:

 

'Apito Final'. Comissão Disciplinar está apta a defender que, mesmo sem escutas telefónicas, Pinto da Costa e Boavista seriam igualmente condenados. Mas, ainda assim, tem em seu poder um parecer de Vital Moreira que atesta a legalidade das intercepções em processo penal, contradizendo Costa Andrade.

 

Os factos provados contra o F C Porto, Pinto da Costa e Boavista, por crimes de corrupção, no âmbito das condenações pela Comissão Disciplinar (CD) da Liga "podem prescindir das intercepções telefónicas". E mesmo que não prescinda, o seu uso está de acordo com a Constituição.

 

Esta era a tese que aquele organismo estava apta a defender - também com base num parecer do constitucionalista Vital Moreira - contra os pareceres jurídicos dos constitucionalistas Costa Andrade e Damião da Cunha, pedidos por Pinto da Costa e usados no recurso da sua pena para o Conselho de Justiça da FPF, que atestam ser inconstitucional o recurso a escutas em processo disciplinar. Costa Andrade defende, inclusive, que sem intercepções telefónicas nunca a CD teria elementos de prova para condenar o presidente portista, frisando que Carolina Salgado deveria ser arguida, e não testemunha. A CD está preparada para defender, sabe o DN, que a restante prova é, também, suficientemente forte para a condenação, mas também que a utilização de escutas é também legal.

 

Para sustentar os seus argumentos, a CD pediu vários pareceres, nomeadamente ao constitucionalista Vital Moreira, segundo o qual "o n.º 4.º do artigo 34º da Constituição só admite a obtenção de escutas telefónicas em processo penal, mas não se refere explicitamente a nenhuma proibição absoluta de utilização das mesmas fora do processo penal."

 

Para Vital Moreira, não se afigura constitucionalmente irrazoável, muito menos intolerável, admitir a utilização de escutas licitamente realizadas em processo penal também para o sancionamento de outros ilícitos, mediante autorização da autoridade judiciária, desde que se trate de apuramento de responsabilidade civil ou disciplinar decorrente dos factos e pessoas averiguados no ilícito penal.

 

É impressionante, vergonhoso deduzir de tudo isto que a defesa de pinto da costa não procura defender o seu constituinte dos factos provados, mas sim baseia ou tenta basear a sua tese de defesa na inconstitucionalidade de meios usados para obter a verdade.

  • Pedro Proença

     

     

     

     

  • Jorge Sousa


     

     

     

    Duarte Gomes

     

     

publicado por Carlos às 19:10 link do post
23 de Setembro de 2009

100 dias!

 

Eis o tempo que quinta-feira o nosso Treinador JJ leva de Sport Lisboa e Benfica.

 

Ainda não jogamos o dobro do ano passado como é seu e nosso desejo....

 

...mas...é justo dizer-se que enquanto uns se lamentam com o próximo árbitro, outros lá para os lados do bicho mitológico morto por São Jorge dizem não haver Crise, nós "apenas" respondemos com isto:

 

 

 

benfica época 2009/10,sport lisboa e benfica,Benfica,FC Porto,o desespero do FC Porto,o desespero do Sporting,receitas de bilheteira,subida da bolsa,record de assistência,Estádio do restelo,Leiria,União de Leiria,Estádio Municipal de Leiria

publicado por Carlos às 19:47 link do post
07 de Fevereiro de 2009

 

 



“…os homens do apito, sempre o temeram..”

 

 

Diz Jorge Coroado “Muitas conversas que tive com Colegas meus, as referências que eram efectuadas, "é pá o homem lá de cima (Pinto da Costa) se a malta se porta mal, dá cabo da gente. Um árbitro que já está retirado internacional, uma vez dirigiu o FC Porto Benfica, foi o seu primeiro derby, o primeiro clássico, que arbitrou no estádio das antas, e aí aos 20 minutos de jogo, o capitão do FC Porto naquele tempo o João Pinto, cometeu uma falta sobre um jogador do Benfica que justificava cartão vermelho, objectivamente era cartão vermelho, e o árbitro mostrou-lhe o cartão amarelo e o jogo prosseguiu. No fim de semana seguinte encontramo-nos no mesmo hotel porque ele ia para um outro jogo e eu para este, e eu disse assim, é pá então na semana passada não mostraste o cartão vermelho ao João Pinto porquê? E ele respondeu…tu és maluco? No estádio das antas, mostrar o cartão vermelho ao capitão do porto 20 minutos de jogo? Eu não sou maluco….”

 

 

“… para defender os superiores interesses do FC Porto ele (Pinto da Costa) é capaz de tudo! Tudo implica o quê? Pergunta a jornalista. Resposta, Tudo!!!”

 

 

 

Nestes dias tenho sempre a mesma sensação…de ir assistir a uma prova de Fórmula 1, em que na grelha temos os dois melhores carros, uma pista igual para ambos, carros com iguais potencialidades, no entanto…no arranque, acontece sempre o mesmo... ao carro encarnado tiraram as rodas. Ou ainda, preparo-me para uma fantástica partida de ténis entre os dois melhores tenistas, e…o tenista azul serve, o tenista encarnado prepara-se para responder e vá-se lá saber porquê, alguém serrou a raquete…

 

E esta sensação já vem de há uns bons 25 anos a esta parte, porque será?

 

 

 

O que gostaria mesmo, e sabemos ainda ser impossível, seria assitir a um jogo limpo, sem dualidade, em que as decisões fossem com base em critérios iguais para ambos os Clubes. Gostaria ainda de ter um árbitro sem qualquer receio do “sistema” naquelas decisões que marcam ano atrás de ano cada jogo nas antas, enfim, gostaria de facto que o jogo fosse para ambos num plano horizontal e não, uma vez mais com o relvado a inclinar sempre para o mesmo lado.

 

  

E este meu desejo, que é o mesmo de todos os benfiquistas e dos que defendem a verdade desportiva, é apenas a base para que se possa assistir apenas e só ao que cada Equipa realmente vale. Criadas estas condições (que optimista eu sou, eu sei) teríamos apenas e só de nos preocupar apenas connosco. Preocuparmo-nos em sermos práticos e em termos um sentido de colectivo perfeito. Máxima simplicidade de processos a permitir o menor número possível de perdas de bola a meio campo. É aí que reside o maior potencial do porto, a partir dessas perdas de bola, rápidas transições para lançar o trio Hulk, Cebola e Lisandro.

 

 

Recordo as palavras do nosso treinador:

 

  

 

“Eu sei que pressão posso aguentar, não sei que pressão aguentam os dirigentes e os adeptos, mas oxalá que tenhamos paciência até Junho”

 

 

Quique, por mim tens não só paciência, mas também total apoio e confiança. Seja lá que resultado saia deste jogo lá no dragão, desde as camisolas sagradas do Benfica sejam dignificadas, nada, nem ninguém  me desvia da confiança que deposito nesta Equipa.

 

 

 

Voltando a dados que têm feito deste clássico algo sensaborão, e sem grande relevância pela previsibilidade enquanto não se assistir a jogos com plena verdade desportiva, recordo que nestes mesmos 25 anos de jogos no porto, apenas foi marcado um penalties a favor do Benfica e ainda assim quando o resultado estava favorável por 2-0 aos azuis muito próximo do final de jogo. De quantos penalties beneficiou o porto? 8, Oito!!!

 

 

 

Existe ainda tudo o que rodeia a nossa presença na invicta. Evoco apenas alguns aspectos importantes sobre como deverá ser a presença da nossa Equipa no Porto. Para exorcizar mentalidades de medo, de terror criadas pelo porto ao longo destes 25 anos, é preciso preparar os nossos jogadores para o que é já habitual suceder. Foi o próprio José Veiga que confirmou que enquanto esteve no porto ouvia Pinto da Costa vangloriar-se e dizer como conseguia aterrorizar os nossos jogadores. Ele (José Veiga) sabia bem como as coisas se passavam. Assim, é necessário que os nossos jogadores escolham como lugar de estágio, não os arredores do Porto, mas o coração da cidade. Olhos nos olhos, é o que é preciso, sem qualquer receio. Para isto acontecer, nós adeptos, Equipa técnica e dirigentes temos convictamente de transmitir confiança, segurança e determinação. Os nossos jogadores se sentirem tudo isto de todos nós Benfiquistas facilmente olharão seja quem for no porto e a garra será ainda maior. É tudo uma questão de atitude, de “Chispa” de “Ganas”. Muito importante ainda, a segurança que deve ser montada à volta da nossa equipa, é preciso não esquecer as ordens que a segurança privada do porto tem para tentar destabilizar os nossos jogadores. E aqui. Aqui, apelo ao nosso Rui Costa. Deve ser ele o primeiro a sair para aquele estádio, em frente à nossa equipa, em seguida a nossa segurança. Não de ser permitida qualquer proximidade da segurança privada portista a nenhum dos nosso jogadores. Desta forma, garanto começamos o jogo a “ganhar” ou pelo menos, não começamos o jogo logo a “perder”.

 

 

 

Astúcia, atitude e muita garra. Luisão, o nosso “Almirante” em conjunto com o nosso capitão Nuno Gomes terão igualmente um papel importantíssimo para com os restantes Colegas. Imagino que jogadores como Aimar, Reyes, Suazo, Di Maria, etc, pensem que irão apenas disputar um Clássico pelo Clássico. Clássico onde podem colocar todo o seu virtuosismo em campo. Nada disso, é um clássico sim, mas sempre inquinado, precisam ser avisados desse facto.

 

Outros Factos:
 
Nos últimos 25 anos de "clássicos" o Benfica nunca conseguiu terminar um jogo em superiroridade nimérica em resultado das tradicionais dualidades de critérios em prejuízo do Glorioso no aspecto disciplinar. O Benfica já foi penalizado com 14 jogadores expulsos contra apenas seis do porto. Desde a época 2003/04 tivemos: os seguintes vermelhos: Ricardo Rocha (2003/04), Nuno Gomes (2004/05) Binya (2007/08) e Katsouranis (2008/09).

 

publicado por Carlos às 01:33 link do post
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
NOTÍCIAS
Page Counter & TV

Hit Counters




pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO