BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
11 de Março de 2012

A todos os seguidores do BENFICA POWER

 

Mudámos a nossa plataforma e localização! Aguardamos a vossa visita em:

 

Página Oficial do BENFICA POWER: http://benficapower.wordpress.com/

Página Oficial do BENFICA POWER no Facebook:

 

 

 

 DESDE JANEIRO DE 2009 A DEFENDER O NOSSO GLORIOSO SPORT LISBOA E BENFICA

 

 


 

BENFICA SEMPRE

publicado por Carlos às 14:43 link do post
03 de Outubro de 2010

Apesar de se saber, apesar de não constituir novidade, ainda assim estas novas escutas (quantas EVIDÊNCIAS destas a justiça ainda terá mais?) deixam-me apenas com o travo amargo de ver que este país (ainda) anda mais preocupado com as comemorações do 5 Outubro do que saber até ao fim o motivo pelo qual esta gentalha não está a ver o Sol aos quadradinhos. Com tamanha vergonha ainda me conseguem argumentar e contrariar o que venho a dizer, deixem-me saír deste vergonhoso país. Deixem o Benfica jogar numa liga que não esta

 

publicado por Carlos às 10:28 link do post
13 de Setembro de 2010

Guerra declarada

 

Ajudas dos árbitros a empurraram o Benfica para baixo. Ajudas dos árbitros a empurraram o porto para cima. O título de campeão deste ano está entregue da mesma forma que conseguiram metade dos seus campeonatos.

 

Se fico conformado? Não. Não reconheço título de Campeão e declaro Guerra aberta ao FC Porto.

 

Eu próprio assumo que à semelhança da Direcção do Sport Lisboa e Benfica acreditei que a caminhada para o Bicampeonato fosse apenas feita nos relvados. Mea Culpa, o Polvo não estava nem está morto. As jogadas de bastidores continuam com o mandante habitual a estar mais resguardado. Assumo ainda, apesar de atempadamente ter alertado para uma personagem chamada Antero…

 

A Guerra aberta será travada em várias frentes. Não lhes darei descanso. O mesmo peço a todos os Benfiquistas. É Hora de união, não de divisão.

 

Armas do Polvo: Na escuridão dos bastidores de Liga, Restaurantes, Arbitragem – árbitros, APAF e observadores – Clubes “amigos do Sistema” e Comunicação Social. Ah e claro, calhaus e bolas de golf....Estas são as “armas” já identificadas ao Polvo.

 

O que  tem tudo isto de novo? Nada. Apenas o facto de por nossa culpa a “Camorra” se ter conseguido organizar de novo.

 

Em apenas três jogos, levam dois escandalosos resultados com ajudas de árbitros e isso é irrefutável. No primeiro jogo na Figueira da Foz e no terceiro jogo em Vila do Conde, o FCPorto foi beneficiado e o Benfica no primeiro jogo contra Académica em casa  e no quarto jogo ontem em Guimarães foi claramente prejudicado. Com todas as letras PREJUDICADO DELIBERADAMENTE, e não, não se trata de qualquer desculpa de perdedor, é matéria irrefutável.


Lembram-se do que o nosso Capitão disse o ano passado? GUERRA AO FCPORTO !!! Não tenho medo das palavras, é GUERRA mesmo. As nossas armas? A nossa força!!! A comunicação social treme se o fizermos, Se a nação Benfiquista se levantar como espero, reduzimos os nossos inimigos à sua real insignificância. Nada de atirar pedras. Nada de querermos favores de arbitragem, a nossa maior armas é muito mais letal. É poder da Nação Benfiquista. É o poder de quem alimenta e dá o salário a todos os avençados deste país. Apelo ainda para que as nossas Claques apesar de não oficializadas não actuem como os Super Dragões. As suas vozes de apoio são mais fortes que isso.

 

Eu bem disse que com a vergonha do que sucedeu com o processo Apito Dourado, a morte da Máfia de Pinto da Costa não seria concretizada, apenas os mandaria para um buraco de ratazanas durante um curto tempo. Estão de volta. Vamos permitir?

 

Uma palavra para o Sporting Club de Portugal. Que tal um pouco de personalidade?, Nem pensar em termos os verdes como aliados, mas que pensem per se e não a mando de Pinto da Costa. A figura ridícula de ódio ao SLB faz-me lembrar o marido encornado que quer fazer algo mas…não pode.

 

 

Benfiquistas, o Porto tem os seus homens na Liga ( e aqui muito por nosso culpa, por termos os termos apoiado , mas apenas os burros não mudam)

 

O Benfica tem o pior primeiro terço de campeonato que me lembro. Calendário no entanto que apenas não estamos a ultrapassar  de forma positiva por tudo o que nos têm feito. A nossa performance? Apenas pergunto e usando apenas como exemplo este jogo com o Guimarães. Já repararam que para termos ganho teríamos que ter marcado uns 8 golos para conseguirmos apenas 3?

 

Acabou o Mr Nice Guy. Todos os dias da semana, todas as horas marquem em cima os mafiosos identificados e os por identificar. As minhas pinturas de guerra estão postas.

 

O ataque começa agora!!!! O apoio deve comoçar já com as nossas bancadas cheias contra o Hapoel e contra o Sporting. E...com as bancadas vazias sempre que jogarmos fora...

 

Mafiosos, não vos vou dar descanso....

 

publicado por Carlos às 11:42 link do post
28 de Abril de 2010

As escutas existem? Sim Mas podem ser usadas? Não. Mas nas escutas não é claro o ilícito corrupto activo e passivo? Sim. Então os intervenientes vão ser condenados? Não… Não querendo enaltecer em excesso o verdadeiro prodígio que são as minhas reminiscências, mas a verdade é que compreendi tudo sobre o futebol português no dia 21 de Setembro de 1994. Disputavam-se os últimos cinco minutos da segunda mão da final da Supertaça, no Estádio das Antas. Quem marcasse, ganhava. E o Benfica marcou. Custou um bocadinho, mas marcou. Lembro-me como se fosse hoje: Carlos Secretário, um especialista a fazer assistências para os adversários, isola de forma brilhante César Brito. César Brito remata para excelente defesa com as mãos de Baía, que se encontra dois metros fora da grande área. O árbitro, Donato Ramos, mira inexoravelmente a lei que se aplica em jogos no Estádio das Antas e manda seguir. Por sorte, a bola sobra para um jogador do Benfica chamado Amaral. Amaral chuta e José Carlos, defesa-central do FC Porto, encaixa a bola na própria baliza. Golo. Mas, eis quando… o árbitro auxiliar, que naquela altura ainda se chamava bandeirinha, levanta a dita. No momento em que o jogador do FC Porto marca o autogolo, há um jogador do Benfica, a uns 15 ou 20 metros de distância, que está em fora-de-jogo posicional. Inteligentemente, Baía tinha saído da grande área para defender com as mãos o remate de César Brito, deixando depois este último em posição irregular. Golo anulado.

 

 

 

 

 

 

 

 

É claro, fiquei esclarecido. Quando surge o escândalo dos quinhentinhos do Guímaro, nem um minuto de atenção dediquei ao assunto. Para quê? Quando Carlos José Amorim Calheiros (conhecido no mundo do futebol como Carlos Calheiros e no mundo das agências de viagens como José Amorim) foi de férias para o Brasil com a viagem paga pelo FC Porto, tudo demonstrado por facturas, encolhi os ombros, e disse, qual a novidade? O clube da organização e do rigor tinha pago, por engano, uma viagem a um árbitro. E daí? Quem nunca pagou uma viagem a um árbitro por lapso que atire a primeira pedra. Acontece-me pelo menos uma vez por mês. Quando li as escutas sobre a «fruta para dormir» e os «rebuçadinhos para a noite»? Virei a página, que eu cá gosto é de novidades. E quando Pinto da Costa confessou que recebeu um árbitro em casa na véspera de um jogo, bocejei e retomei o que estava a fazer. Perspicaz, e mostrando que os amigos são o que de melhor temos na vida, Pinto da Costa ao ser avisado por um dos seus dedicados amigos, que governa a sua vida na Judiciária, ala para a Galiza onde aproveitou para comer umas belas Vieiras.

 

 

 

 

 

Receios dos adeptos do FC Porto em que possa suceder ao seu clube o mesmo que ao amigo Loureiro? Nahhh, nada disso Tudo calmo. Irradiados da Champions? Nahhh. Por isso, ouçam lá meus caros, se não aconteceu nada depois do golo do Amaral, dos quinhentinhos, do José Pratas a bater o recorde dos 100 metros à frente do Fernando Couto em Coimbra, do Calheiros, da fruta para dormir e do serviço de árbitros ao domicílio, acham que é um Apito Dourado ou parecer de Direito Administrativo que vos vai tramar? Nada temam. Além disso têm tempo para ler os documentos antes de o comentarem. E depois podem dizer: «Sim senhor, gostei muito de ler o parecer, a história é empolgante, e tal e coiso, e coiso e tal, mas agora vou arquivá-lo aqui no caixote do lixo, ao lado desta factura em nome de José Amorim». Mais cedo ou mais tarde, é lá que ele vai parar. Diz-se pelos meandros da Cedofeita, que Pinto da Costa terá dito “juízes, justiça? É pá vão mas é trabalhar no trabalho…”

publicado por Carlos às 19:16 link do post
21 de Dezembro de 2009

O Futebol precisa de gente que não se deixe intimidar. Os vários agentes que se movem no nosso futebol devem perceber que não existem intocáveis.

 

Eis algumas das frases cheias de boa intenção que se podem ler na Revista Tabu numa entrevista dada por Ricardo Costa, Presidente da Comissão Disciplinar da Liga.

 

Eis que quem decidiu atirar o Boavista para os confins dos campeonatos nacionais é adepto do ...Boavista. Situação curiosa, mas apenas pelo facto de o futebol português não estar preparado para saber os Clubes das pessoas que exercem este tipo de cargos.

 

Eis quem em 2004 começou a ver algo muito simples, apenas em 2004 a Justiça começa a intervir no Futebol !!!

 

Curiosa a sua resposta à seguinte pergunta:

 

"É o caso de dois jogos que levaram à condenação do FC Porto e do seu dirigente Pinto da Costa. Se fosse hoje, o clube azul e branco seria punido com a descida de divisão por causa dos actos cometidos pelo presidente?"

 

Resposta de Ricardo Costa: Exacto, com os novos regulamentos o FC Porto teria sido punido com a descida de divisão por tentativa de corrupção"

 

Perante isto, digo eu, e recordo que a subtracção de seis pontos ao FC Porto acontece numa altura da época em que o clube era já virtualmente campeão. Justiça vã!!! Justiça para calar.

 

E digo ainda como será possível campeonatos, resultados falseados pela corrupção vigente ao longo de duas décadas e meia a conspurcarem a futebol nacional, possam ficar registados para a história, apenas porque "se fosse hoje o FC Porto seria condenado" ou ainda porque apenas a partir de 2004 a justiça entrou no futebol.

 

Como será possível os adeptos de tão Corrupto Clube não pintarem a cara de vergonha pelo que se sabe apesar de "legalmente" ninguém lhes tocar. Eu respondo, quem estiver no futebol por bem, baixará e abanará a cara de vergonha e dirá que o porto infelizmente se confunde com o maior corrupto conhecido chamado Pinto da Costa e que se pavoneia pelas salas da Assembleia da Republica em cerimónias de beija mão e comendo do que todos nós produzimos. Vergonha!!! Outros, os sem escrúpulos, sem caracter, bandidos da consciência humana, ladrões de valores como ética e seriedade, abanarão a cabeça e ainda gozarão com todos nós, como que a dizer "sim matei" ou "sim roubei" mas..."já não nos podem tocar."

 

O Futebol e a Justiça precisa de gente que não se deixe intimidar. Precisamos acabar com a ideia fixa na cabeça "daqueles bandidos" a que me referi, de que lhes bastará ficar sossegados e quietos, à espera que tudo prescreva. Em frente, sejamos optimistas, é necessário acabar com a impunidade generalizada.

publicado por Carlos às 19:22 link do post
19 de Dezembro de 2009

Sejamos realistas. Porque será que aconteceu o que aconteceu ao Marselha e o seu Tappie (preso)? Por que razão Moggi foi punido e a Juventus enviada para a segunda divisão?

 

E devo enfatizar o seguinte, comparando o que Moggi e Tappie fizeram ao pé de Pinto da Costa e o seu FC Porto apenas os torna nuns meninos de couro.

Bastou procurar alguma referência nos maiores jornais Europeus para nem  ver uma palavra sobre o jogo de amanhã.

Esta é uma razão pela qual, por exemplo, o Sr. Platini, apenas encolheu os ombros a toda a corrupção que se passa no futebol em Portugal. Assim, Pinto da Costa vai continuar com este sistema da  "fruta" dos quinhentinhos, etc ...

Eis porque dentro do que me é possível tudo farei para que a vergonha chamada Liga Portuguesa, e para o Mundo possa ouvir e saber que o FC Porto é o clube de futebol mais corrupto



Gostaria de não ver estas referências a Portugal

 

Reparem neste Site,

http://www.svenskafans.com/europa/portugal/artikel.asp?id=236145

e neste Fórum

http://forum.fmsweden.se/viewtopic.php?t=12488&sid=1b3338f8619505d50e53aae6550c8e2b

Onde chega esta vergonha...Suécia! Só uma achega, no Fórum sobre Corrupção no Futebol, alguém ao fazer referência à corrupção em Itália recebe uma resposta "se pensam que em Itália é mau, nem imaginam o que se passa em Portugal..."

Basta um tradutor On-Line para se entender o que ali está escrito

 

 

publicado por Carlos às 21:05 link do post
15 de Dezembro de 2009

E então quem nos representa? Perguntaram e bem...


Não temos um Procurador Geral da República?


Pois bem, agora que Mr Platini diz saber "agora que o FC Porto não faz batota" convém recordar o seguinte:

 

O Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, garantiu ainda este ano que, enquanto ocupasse o cargo, "todas as suspeitas de ilícitos relacionados com o futebol serão investigadas".

 

Além do verbo à data estar no "Futuro" nada de novo, agora vem a melhor parte:

 

A promessa foi feita numa entrevista à Antena 1, tendo Pinto Monteiro respondido a questões sobre o "desporto".

 

O PGR discordou quando questionado sobre o facto de as investigações do caso Apito Dourado não terem levado a resultados palpáveis. (A realidade aí está...)

 

"A minha impressão é que com o Apito Dourado muita coisa mudou no futebol português e nada voltará a ser como dantes. As pessoas passaram a saber que todas elas podem ser investigadas.

 

 

Poderão vir a ser absolvidas no final, pode não se provar que são culpadas, mas pelo menos foram investigadas e levadas a tribunal, porque foram reunidos elementos de razoabilidade para isso", disse Pinto Monteiro.

 

 

Será preciso dizer algo mais?  Talvez tentar entender porque Pinto da Costa e restantes envolvidos no "Apito Dourado" não serão condenados.

 

 

 

Sinto-me lesado, espoliado enquanto cidadão. Sinto que os nossos Tribunais de Justiça têm apenas o nome. Sinto que mais rapidamente eu serei condenado por mau estacionamento do que todo este rol de indivíduos que andaram literalmente a gozar e a enganar a verdade desportiva e a justiça.

 

 

 

O que de facto aqui está sub-entendido não passa de uma "palmada no rabo" e um aviso "para a próxima o menino vai preso...está bem?"

 

Vou ali já volto...

 

publicado por Carlos às 12:16 link do post
14 de Dezembro de 2009

Acácio, recordam-se?


Trata-se de um guarda-redes brasileiro que alinhou pelo Tirsense e pelo Beira Mar.


Pois bem, só depois de regressar ao Brasil tomou a liberdade de falar sobre a sua aventura europeia. Confessou então que recebera pressões e propostas diversas para facilitar uma vitória do F.C.Porto em Aveiro, que à data valia (e acabou por valer) o título nacional de 1993. O caso foi pouco falado, vivia-se ainda um clima de medo pré-apito Dourado.


As suas declarações sobre esse campeonato permanecem bem vivas em quem tem assistido e lutado nestes últimos 20 anos de mentira no futebol português.


Declarações, obviamente “ignoradas” por peões, Cavaleiros, Bispos e "Papa" pelo estigma que provocam naquela que continua a ser a demanda de tornar de forma ínvia um pequeno clube numa fantasia chamada FC Porto.


Ocasião ainda , em que o jornalista Carlos Pinhão foi barbaramente agredido por elementos ligados ao F.C.Porto.

 

Uns anos antes havia sido o belga Cadorin, avançado do Portimonense, a acusar o empresário Luciano D’Onófrio de lhe prometer um bom contrato (em Portugal ou no estrangeiro), caso fizesse um penálti nos primeiros minutos de um Portimonense-F.C.Porto (“depois jogas normalmente”, ter-lhe-á dito). Com a saída do belga do futebol português, o caso acabou por morrer…


Mr Platini, eis o Clube que agora sabe não ser batoteiro...

publicado por Carlos às 18:13 link do post
13 de Dezembro de 2009

 

Não quero gabar em demasia o verdadeiro portento que é a minha memória, mas a verdade é que compreendi tudo sobre o futebol português no dia 21 de Setembro de 1994. Disputavam-se os últimos cinco minutos da segunda mão da final da Supertaça, no Estádio das Antas. Quem marcasse, ganhava. E o Benfica marcou. Custou um bocadinho, mas marcou. Lembro-me como se fosse hoje: Carlos Secretário, um especialista a fazer assistências para os adversários, isola de forma brilhante César Brito. César Brito remata para excelente defesa com as mãos de Baía, que se encontra dois metros fora da grande área. O árbitro, sr. Donato Ramos, observa rigorosamente a lei que se aplica em jogos no Estádio das Antas e manda seguir. Por sorte, a bola sobra para um jogador do Benfica chamado Amaral. Amaral chuta e José Carlos, defesa-central do FC Porto, introduz a bola na própria baliza. Golo. Nisto, o árbitro auxiliar, que naquela altura ainda se chamava bandeirinha, levanta a dita. No momento em que o jogador do FC Porto marca o autogolo, há um jogador do Benfica, a uns 15 ou 20 metros de distância, que está em fora-de-jogo posicional. Inteligentemente, Baía tinha saído da grande área para defender com as mãos o remate de César Brito, deixando depois este último em posição irregular. Golo anulado. Ah pois claro, e prontos....é claro, fiquei esclarecido. Quando estoirou o escândalo dos quinhentinhos do Guímaro, nem um minuto de atenção dediquei ao assunto. Para quê?

 

 

Quando Carlos José Amorim Calheiros (conhecido no mundo do futebol como Carlos Calheiros e no mundo das agências de viagens como José Amorim) foi de férias para o Brasil com a viagem paga pelo FC Porto, tudo comprovado por facturas, encolhi os ombros, e disse, qual a novidade?  O clube da organização e do rigor tinha pago, por engano, uma viagem a um árbitro. E daí? Quem nunca pagou uma viagem a um árbitro por lapso que atire a primeira pedra. Acontece-me pelo menos uma vez por mês. Quando li as escutas sobre a «fruta para dormir» e os «rebuçadinhos para a noite»? Virei a página, que eu cá gosto é de novidades. Então e quando Pinto da Costa confessou que recebeu um árbitro em casa na véspera de um jogo, bocejei e retomei o que estava a fazer. Por tudo isto tenho grande dificuldade em compreender os receios dos adeptos do FC Porto. Ouçam lá, amigos, se não aconteceu nada depois do golo do Amaral, dos quinhentinhos, do José Pratas a bater o recorde dos 100 metros à frente do Fernando Couto em Coimbra, do Calheiros, da fruta para dormir e do serviço de árbitros ao domicílio, acham que é um Apito Dourado ou parecer de Direito Administrativo que vos vai tramar? Nada temam. Além disso têm tempo para ler os documentos antes de o comentarem. E depois podem dizer: «Sim senhor, gostei muito de ler o parecer, a história é empolgante, e tal e coiso, e coiso e tal, mas agora vou arquivá-lo aqui no caixote do lixo, ao lado desta factura em nome de José Amorim». Mais cedo ou mais tarde, é lá que ele vai parar.

 

Sobre Os irmãos Calheiros... 

 

quem não se recorda dos gémeos e barbudos fiscais de linha, ladeando Carlos, o irmão mais velho – foram umas das muitas figuras sinistras da arbitragem portuguesa da década de noventa. Recordo particularmente um inacreditável penalti assinalado nas Antas por suposta falta de Mozer no empate 3-3 de 1993-94, bem como um jogo em Aveiro, na época anterior, concretamente na tarde soalheira de 16-5-1993, em que expulsou Yuran e Pacheco por supostas palavras, possibilitando a vitória ao Beira Mar, e dando o título ao F.C.Porto - que à mesma hora via um tal de Marques da Silva, do Funchal, expulsar estranhamente dois jogadores do Desp. Chaves e assinalar um penálti escandaloso que lhe permitiu virar o marcador para de 0-1 para 2-1 na difícil visita a Trás-os-Montes, quando águias e dragões seguiam, a três jornadas do fim, empatados em pontos. Mais do que essa e outras actuações, sempre em benefício dos mesmos, este trio ficou famoso pela célebre viagem ao Brasil, feita através da agência de Joaquim Oliveira, e paga pelo F.C.Porto. A investigação deste caso nunca foi devidamente feita. Com a PJ do Porto e o próprio MP aparentemente alinhados com o sistema, foi difícil durante muitos anos (e continua a sê-lo) avançar pelos caminhos da verdade.
Ao pé destes meninos, Calabote era possivelmente apenas um ingénuo aprendiz – e diga-se que o suposto e empolado caso Calabote, nos anos cinquenta, redundou apenas num título para o…F.C.Porto.

publicado por Carlos às 23:21 link do post
13 de Dezembro de 2009

Mr Platini, O Envelope com notas foi de correio azul?

 

Pinto da Costa terá dado um envelope com dinheiro a um árbitro na sua casa dois dias antes do Beira-Mar-FC Porto de 2003/04.

 

O Tribunal de Gaia marcou para 3 de Março deste ano com o desfecho que se sabe o julgamento do presidente do FC Porto e de mais dois arguidos envolvidos no âmbito do "caso do envelope”, um processo do Apito Dourado relativo ao Beira Mar- FC Porto da época 2003/04.

 

 

 

Tal como Pinto da Costa, o empresário de futebol António Araújo era a acusado do crime de corrupção desportiva, ao passo que o árbitro Augusto Duarte é acusado de crime de corrupção desportiva na forma passiva.

 

 

Augusto Duarte e António Araújo estiveram na casa do presidente portista na Madalena, em Gaia, dois dias antes do Beira-Mar-FC Porto, tendo Pinto da Costa entregue então um envelope com 2500 euros, segundo afirmações de Carolina Salgado, ex-companheira do presidente dos dragões.

Depois do acórdão, ficámos a saber que afinal é uma prática comum na véspera oferecer um "lanche" ao árbitro que vai apitar o nosso jogo e que por acaso será no dia seguinte. Além do chá e das bolachinhas, é algo perfeitamente normal oferecer um envelope que vá-se lá saber como continha 2 500 Euros.

Mr Platini, eis o seu Clube Idóneo...

publicado por Carlos às 19:21 link do post
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
NOTÍCIAS
Page Counter & TV

Hit Counters




pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO