BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
13 de Dezembro de 2009

O jogo com o FC Corrupto está aí, Fábio Coentrão de fora, Di Maria de fora...


O tal senhor Jesualdo a quem o jogos do Benfica nada interessam, ao saber disto, deixa Álvaro Pereira de fora.


Álvaro Pereira, sim, o tal  que:


diz não saber se o Benfica está mais forte


e que:


«Saviola? Cardozo? Não me interessam»


Ora para quem, o Benfica não interessa, o que faz? Depois da sua Equipa B, Olhanense, entenda-se ter feito o que a casa mãe e respectivo Papa lhes exigiu, aí está o homem da pasta de dentes (Jesualdo) a preocupar-se com o jogo com o Benfica?


Afinal o Benfica já passou a ser preocupação lá para o lados bicho que não existe e que nos Cartoons cospe fogo (vermelho, não azul)


É claro que A poupança de Álvaro Pereira era uma medida que se adivinhava, para quê todo o cinismo e hipocrisia naquelas caricatas e encomendadas conferências de Imprensa?

publicado por Carlos às 15:53 link do post
08 de Novembro de 2009

Anda tudo com os olhos postos na tabela classificativa, temos campeonato, o Benfica mantêm-se firma na luta pelo seu objectivo e no entanto aqui está esta sensação de sentir que nada disto faz sentido.

 

 

Bem tentamos andar por aqui a jogar futebol, mas fica-me esta sensação de andar com umas asas de anjinho. Ninguém me tira esta sensação de andarmos a jogar algo e por algo previamente definido.

 

Tudo o que envolve esta coisa do chamado futebol profissional me faz pensar que quero lá saber neste momento se o envelope do Pinto da Costa foi dado na sala, no quarto ou na casa de banho, quero lá saber se foi para o árbitro ir para as Seychelles ou para pagar a entrado do automóvel, estou-me a borrifar sobre se o Juíz Mortágua é ou não amigo de Pinto da Costa. O que de facto quero saber, e me desgosta é que seja "perfeitamente normal" um árbitro na véspera de apitar o (FC) Porto vá a casa do Presidente desse clube. Quero saber porque é considerado "pormenor" o homem que à data "até era Presidente do Conselho de Justiça da FPF" saber que há, desculpem que havia corrupção, um Juíz que até sabe os valores (honorários) devidos para o efeito, que saiba que 2500 Euros, não serviriam sequer para o aquecimento dos árbitros e no entanto fique tudo como antes.

 

Quero saber porque o Procurador Geral da Républica se resigna com o que está para trás e se preocupe apenas em "daqui para a frente nada será como antes..."

 

Enfim...quero saber. Mas quem sou eu para querer saber? A diferença estaria se existissem muitos "EUS" a quererem saber.

 

Valerá a pena? Parem as rodagens, deixem-me saír, este filme não me interessa.


Passado o desabafo, vamos a isso, vem aí a Naval e uma vez mais a titude deve ser "Sem piedade".

publicado por Carlos às 15:07 link do post
08 de Novembro de 2009

Aí está a Naval 1º de Maio Equipa que no seu estádio Bento Pessoa na época transata já venceu o (FC) Porto por 1-0 tendo perdido com o Sporting por igual resultado. Na 1º volta o ano passado vencemos por 1-0, num jogo em que depois de podermos ter resolvido o jogo mais cedo

 

 

 

acabamos por marcar pelo nosso Almirante Luisão aos 71º minuto.

 

 

 

Fora, na anterior época vencemos por 0 - 2

 

 

Este ano temos quatro «baixas» para a recepção à Naval, marcada para esta segunda-feira. Óscar Cardozo cumpre o primeiro de dois jogos de castigo, por força da expulsão em Braga, e Ramires, Carlos Martins e César Peixoto estão lesionados. Os dois jogadores portugueses chegaram a dar sinais de que podiam recuperar a tempo de integrar a convocatória, mas no treino deste domingo limitaram-se a fazer tratamento. O mesmo acontece com Ramires, que se lesionou frente ao Everton, na Liga Europa.

 

Luís Filipe, Miguel Vítor e Urreta são as três novidades da lista de convocados do Benfica, para a recepção à Naval, agendada para esta segunda-feira às 20:15. Lista de convocados: Guarda-redes: Quim e Júlio César; Defesas: Maxi Pereira, Sidnei, Luís Filipe, Miguel Vítor, Luisão, David Luiz e Shaffer; Médios: Javi Garcia, Ruben Amorim, Fábio Coentrão, Di María, Urreta, Felipe Menezes e Aimar; Avançados: Saviola, Weldon, Nuno Gomes e Keirrison.

 

A Comissão de Arbitragem da Liga divulgou, quinta-feira, a lista de árbitros nomeados para a décima jornada da Liga Sagres. E quem vamos ter de "aturar?" Lucílio Baptista. Lembro que com este árbitro ao Benfica não basta, nunca bastou jogar melhor. Nas alturas cruciais, e apenas por coincidência lá nos aparece o Lucílio. Nomeação deste senhor tem uma tradução:

 

O Benfica não pode ser Campeão!

 

Sobre o Benfica - Naval, a lembral que a formação da Figueira da Foz nunca nos bateu, mas também nunca tivemos Lucílio nos jogos com a Naval. Tem em Carlitos o único jogador que se transitou da época passada na equipa figueirense. Enfim, quero lembrar que não podemos pensar muito menos actuar com base em facilidades. Como bem lembra Ruben Amorim a atitude é para ser mantida no jogo com a Naval.

 

Naval 1º de Maio

 

À 5ª Jornada Augusto Inácio assumiu o cargo de novo responsável técnico da Naval 1º de Maio, substituindo Ulisses Morais. Nos cinco jogos orientados por Inácio a Equipa da Naval venceu por 3 vezes, tendo com estes nove pontos conseguido dar um importante salto na tabela ocupando actualmente a nona posição. Lembro que a Naval nas primeiras cinco jornadas havia conseguido apenas um ponto. O destaque da equipa da Figueira sem dúvida vai para Kerrouge, uma vez quem dez pontos conquistados nove têm a marca do franco-argelino

 

Histórico:


2005/06 - Benfica 0 - 0 Naval

2006/07 - Benfica 2 -1 Naval

2007/08 - Benfica 3 - 0 Naval

2008/09 - Benfica 2 - 1 Naval

 

Temos assim um adversário tradicionalmente complicado. A Naval tem-ns habituado a grandes dificuldades na deslocação à Catedral onde nos últimos 4 anos apenas por uma vez vencemos por mais que um golo (3-0 em 2007/08)

 

Eis a Naval em campo:


Guarda-Redes - Peiser


Defesa: Carlitos, Gómis, Diego Angelo e Camora;


Meio Campo: Godoméche, Lazaroni e Alex Hauw


Ataque: Marinho, Kerrouche e Michel Simplicio

 

Consócios, vemo-nos segunda-feira na nossa Catedral...

publicado por Carlos às 14:30 link do post
26 de Outubro de 2009

Em dia de benfica - Nacional, convém lembrar a época desportiva anterior:

 

Benfica 0 - 0 Nacional

 

Árbitro - Pedro Henriques

 

Grande Penalidade por marcar sobre Nuno Gomes. Golo mal anulado a Cardozo por pretensa mão na bola de Miguel Vitor que, no chão, levou com uma bola de costas!

 

 

 

 

 

Diz o povo que os campeões são sempre justos vencedores. Faz sentido que assim seja. Mas em Portugal existem verdades inconvenientes que colocam essa ideia em causa. Tome-se como exemplo a época 2008/2009 do futebol português. Espelho dos últimos 20 anos cá do burgo, ficou marcada pela polémica. Mais: acentuou tendências e muito ficou a dever à verdade desportiva.

Mas antes que nos acusem de sermos tendenciosos… avancemos com objectividade. O que lhe passamos a apresentar é a lista de jogos em que o Benfica foi prejudicado ou beneficiado na Liga Sagres. Jogos em que existiu clara influência no resultado. Logo na primeira jornada, em Vila do Conde, o Benfica não foi além de um empate a uma bola. Mas poucos se lembram de uma grande penalidade cometida sobre Aimar em cima do minuto 90.

Uma semana depois, novo empate, desta feita frente ao Futebol Clube do Porto. Jorge Sousa esqueceu-se da uniformidade de critérios. Expulsou Katsouranis por faltas normais, mas deixou o amarelado Cristian Rodriguez em campo após sucessivas jogadas de extrema dureza.

Mas o Benfica estava forte no campeonato e só não atingiu a liderança porque no jogo grande da 5.ª jornada foi novamente prejudicado. Yebda até fez o 2-0 em Matosinhos, mas viu o golo ser-lhe mal anulado. Aproveitou o Leixões, que empatou ao cair do pano. Não foi à quinta, foi à sétima jornada que o Benfica confirmou a liderança.

No berço da nação, coube a Aimar e a Suazo brilharem na vitória por 2-1 sobre o Vitória de Guimarães. Mas poucos se lembrarão dos erros do senhor Carlos Xistra. Primeiro foi Aimar a ser derrubado na área vimaranense. E que dizer dos critérios disciplinares? É que se Reyes viu dois amarelos forçados, já Andrezinho teve via verde para pontapear a cara de Suazo.

Contra ventos e marés o Benfica liderava. Até que a injustiça chegou à Luz. Lembra-se de Vasco Santos? Trata-se do árbitro portuense que não expulsou Sandro após agressão a Reyes no Benfica-Vitória de Setúbal. Curioso o facto de nessa mesma jogada o árbitro só ter dado a lei da vantagem até o Benfica ter o descaramento de marcar. De repente as regras mudaram e eis que o Vitória de Setúbal ficou com o caminho aberto para chegar ao empate.

Pior ainda fez Pedro Henriques duas semanas depois. Quando no último minuto Cardozo apontou o golo da vitória, o juiz tratou de anular o remate certeiro do paraguaio. Razão? O facto de Miguel Vítor ter olhos na nuca. E assim o Nacional saiu da Luz com o nulo.

O ano de 2009 começou com uma derrota na Trofa. Muito se falou da má exibição “encarnada”. Ninguém duvida disso. Mas alguém ainda se lembra que Reguila inaugurou o marcador quando estava em fora-de-jogo? Pois… No entanto, à 14.ª jornada o mundo parou. O Benfica venceu um jogo fruto de um erro da arbitragem. Caiu o Carmo, caiu a Trindade. E tudo só porque David Luiz estava uns quantos centímetros em fora-de-jogo.

Nada que não fosse atenuado na semana seguinte. No dérbi do Restelo, Suazo foi atropelado por Baiano quando estava isolado. As leis da FIFA são claras: o lance era merecedor de falta e de cartão vermelho. Já se adivinha qual foi a opção de Elmano Santos. Acontece que o Benfica se mantinha na luta pelo título. E tinha a possibilidade de resgatar a liderança em pleno Dragão. O conjunto de Quique Flores foi superior e cedo se colocou em vantagem. O que ninguém esperava era que Pedro Proença descobrisse um sebastiânico toque de Yebda sobre Lisandro Lopez.

Tudo se decidiu nos dois jogos seguintes na Luz. Duas derrotas em que a arbitragem voltou a estar em evidência. Primeiro foi Marquinho a aproveitar o posicionamento em fora-de-jogo para dar os três pontos ao Vitória de Guimarães. Depois foi a Académica a vencer no estádio do Benfica. Um jogo ferido de morte pela inexplicável decisão de Marco Ferreira em anular um golo limpo a Aimar. O mesmo jogador que na primeira parte fora alvo de um injusto fora-de-jogo.

Na Madeira, nova derrota. Para a história fica o 3-1 aplicado pelo Nacional. Mas ainda fica na memória a mão de Cléber em plena área nacionalista. E assim Jorge Sousa deixou passar em claro a grande penalidade que daria o 2-2 a um Benfica em crescendo. Até mesmo o consequente empate com o Trofense ficou manchado pelo apito. É certo que o Benfica poderia ter feito mais. Mas alguém se recorda que Paulinho estava em fora-de-jogo no lance em que cabeceou para o segundo golo da formação nortenha?

E assim chegámos ao final de mais uma época não sem antes, em Braga, o Benfica voltar a ser prejudicado. A vitória benfiquista não tolda a memória acerca da entrada por trás de Luís Aguiar a Katsouranis. Uma agressão que Artur Soares Dias não viu. O mesmo árbitro que logo depois expulsou Yebda de forma incorrecta.

Faça-se as contas. O Benfica viu ser-lhe subtraída a módica quantia de 16 pontos devido a crassos erros de arbitragem.

Estórias de um “tretacampeonato”...

 

publicado por Carlos às 14:12 link do post
01 de Setembro de 2009

Tantas e tantas vezes penso e sinto o "legado benfiquista" (Homens que deixaram a pele e qualidade em campo) ao criar uma adoração quase compulsiva por qualquer jogador de renome, ou mediático.


E sim, depois da adoração, por vezes fico triste, porque sempre soube admirar, respeitar e sim. . . aplaudir aqueles que independentemente de serem bons ou maus jogadores foram sempre profissionais e homens de dedicação a uma missão comum, a de ajudar o Benfica. Podia deixar vários nomes de ex e actuais jogadores que pela  cegueira ditada pelo lema "o Benfica é nosso" quando entravam no balneário já iam desmotivados, com um sentimento de impotência total no que diz respeito a ter a devida consideração da massa adepta, mas deixo a quem ler a liberdade de descobrir a quem me refiro. . . e são alguns. . . !

Felizmente por vezes, repito por vezes no estádio a malta lá abre os olhos e felicitamos convenientemente os verdadeiros heróis, os que tendo muito ou pouco. . . dão tudo ao Benfica. 

A meio do jogo que ficará na história, sim por volta do 4º golo em vez de por todas as razões e mais algumas começar a dedicar cada golo a cada adepto do 2º maior Clube de Portugal o FC Anti-Benfica e em especial ao seu Presidente Dias Ferreira, num misto de emoção e reflexão recordo que estava parado a olhar para a nossa equipa, e a recordar o que alguns daqueles jogadores já tiveram de passar por nossa causa...

 

Quanto ao jogo, apenas posso dizer que em alguns momentos, senti que estava a contemplar uma obra prima, fosse ela da 1ª, 2ª, 3ª até à 7ª arte...

 

Após os 90 minutos e já um pouco refeito da avalanche de futebol que o Glorioso nos proporcionou, apenas me recordo de comentar que bom seria o adversário seja ele qual for pudesse sentir sempre o verdadeiro Inferno da Luz como o Porto C, perdão, o Vitória de Setubal o sentiu na segunda-feira. Recordo-me ainda de sentir e comentar que apesar de muito novo recordo que o ambiente se aproximou ao do célebre jogo com o Marselha de Tappie. Quando esse ambiente surge..e

 

Quando o Inferno da Luz se manifesta, levamos a nossa Equipa onde quisermos!

 

 

 

publicado por Carlos às 23:22 link do post
21 de Agosto de 2009

 

Sobre este árbitro diz hoje David Suazo:

 

"Foi injusto. Estávamos a fazer uma partida brilhante e iríamos sair lideres do Porto. O árbitro prejudicou, foi ele que nos tirou pontos, foi um grave erro. A partir daí mentalmente quebrámos um pouco"

 

 "Não acredito em erros propositados, não acredito que o tenha feito no Porto, hoje em dia com todos os casos que se registaram nos últimos tempos seria difícil de esconder. Mas eu estaria bastante atento ao desempenho desse árbitro."

 

Também nós David, também nós... Estiveste connosco apenas um ano, mas eis a imagem real que levaste...

 

 

Eis que temos Pedro Proença de regresso às nomeações para jogos do Benfica depois do encontro que dirigiu no Draga Apitos, na travessa das Antas ão, frente ao FC Porto, a 8 de Fevereiro deste ano. Para a história fica a célebre grande penalidade que este árbitro  marcou sobre Lisandro López (na altura o Benfica vencia por 1-0)

publicado por Carlos às 17:52 link do post
19 de Agosto de 2009

 

Com o inicio da principal prova nacional, começam igualmente as polémicas ... nada de novo!!

 

 

 

Liga Sagres 2009/10 1ª Jornada 16 de Agosto 2009

 

 

Benfica - Marítimo (1-1)

 

 

  • Expulsão perdoada a Cardozo por rasteira por trás a adversário já na fase final do encontro.

 

 

  • Grande Penalidade não assinalada a favor do Benfica já em tempo de descontos.

 

 

  • Não repetição da marcação da grande penalidade marcada por Cardozo. Infração cometida por Miguelito e Fábio Coentrão conforme regulamento (na página 125 que a grande penalidade deveria ser repetida)

 

http://www.fifa.com/mm/document/affederation/federation/81/42/36/lawsofthegameen.pdf

 

 

Paços Ferreira - FC Porto (1 - 1)

 

  • Expulsão perdoada a Hulk ainda no período inicial do jogo.

 

  • Mal assinalado um fora de jogo a Carlitos, quando este já tinha ultrapassado Helton, e se preparava para marcar aquele que seria o golo da vitória do Paços de Ferreira.

 Nacional - Sporting(1 - 1)

 

  • Nada a assinalar

 

publicado por Carlos às 14:16 link do post
17 de Agosto de 2009

Benfica - Marítimo 1ª Jornada Liga Sagres Época 2009/10

 

 

Benfica vs Maritimo 16 de Agosto 2009,1ª Jornada Liga Sagres,Benfica,Marítimo,Estádio da Luz,Benfica vs Marítimo

 

E está dado o pontapé de saída da nossa Equipa para a época 2009/2010

  

sport lisboa e benfica,�poca 2009/2010 da Liga Sagres,Benfica vs Marítimo,Benfica vs Maritimo 16 de Agosto 2009,Cardozo,Tacuara,Saviola

 

Tinhamos neste momento 55 000 Pessoas no Estádio, ávidas de ver o Glorioso. O ambiente é finalmente o "Inferno da Luz" como há muitos anos não existia.

 

E vai continuar a ser. Não será o desrespeito pelo futebol que o Marítimo proporcionou, em conjunto com 7 oportunidades perdidas mais um 1 Penalty falhado que desmobilizarão os Sócios e adeptos e Sócios do Glorioso.

 

A primeira palavra é para Carlos Carvalhal, para ele talvez tudo justifique a conquista de 1 pontinho caído do céu. Mas o antijogo e o antifutebol que se viu é acima de tudo da sua responsabilidade. Sim o Benfica não os deixou respirar, sim teria bastado dentro das oportunidades criadas que uma tivesse sido concretizada para porventura terem sido uns 4 ou 5. Já o conhecemos do tempo do Belenenses na Luz, as suas declarações bélicas e o antijogo das suas Equipas não é de agora. Enfim, o emprego é mais importante do que saír de cabeça erguida da Luz. Assim sai com um estádio inteiro a cantar "Joguem à Bola". Vergonhoso!

 

Quando a incompetência prevalece ao realizarmos uma determinada tarefa por maior boa vontade que tenhamos o melhor é sabermos admitir não termos competência para determinada função. Se nos mantemos na tentativa de conseguirmos fazer um bom trabalho em algo para o qual não temos qualquer capacidade apenas vejo duas hipóteses, ou somos uns acomodados, ou pior, quem nos lidera tem allgum interesse ou amizade em nos manter. Eis o caso do Árbitro Artur Soares Dias. Não acredito que seja árbitro da "fruta" (não meto as mãos no fogo nunca mais) simplesmente naquilo do Apito é Incompetente passando por vezes a fronteira da má índole. Mau, muito mau. Todo o jogo, decisões trocadas e truncadas, e algumas com erros grosseiros. Cardozo temos de admitir excedeu-se  o amarelo foi uma compensação do árbitro sobre tudo de errado que vinha a fazer. E o erro maior, não teve qualquer dúvida na mão de David Luíz, que dizer da mão do jogador do Marítimo em plena Área?

 

Enfim, e quanto ao jogo, não estou desiludido com o Benfica, o que se esperava concretizou-se MASSACRE, um verdadeiro massacre que ineficácia concretizadora e um antijogo como não há memória.

 

publicado por Carlos às 19:04 link do post
07 de Agosto de 2009

Continuando a nossa análise ao nosso 1º adversário na Liga o Marítimo.

 

O plantel Maritimista, conta com mais um reforço, Alonso, ex Nacional, jogador bem conhecido devido tanto pelas excelentes como excessivas exibições que habitualmente fez contra o Benfica.

 

Será normal que Alonso possa ser titular á data do Jogo na Luz

publicado por Carlos às 00:10 link do post
03 de Agosto de 2009

Prestes a terminar a pré-época, e a 15 dias de a bola começar a rolar em jogos que valem pontos recordo o que Jorge Jesus pediu há quase dois meses, "Objectivo número um é permitir que o Benfica volte a ser uma Equipa dominadora, que os Sócios e simpatizantes voltem a ter uma grande identidade do Clube e uma grande confiança para os jogos no Estádio da Luz" Eis o que JJ disse dia 17 de Junho de 2009.

 

A ambição do nosso treinador é grande, mas também são grandes os obstáculos que vão surgir no seu caminho, uma vez que o "sistema " não dá tréguas.

 

Normalmente e nas últimas décadas assistimos constantemente à "desconstrução" da nossa Equipa no primeiro terço do Campeonato. A táctica é sobejamente conhecida mas quase sempre ignorada e/ou esquecida por todos. O "sistema" não está interessado que o Benfica possa crescer com confiança na fase inicial do campeonato para deixar o mais cedo possível atrás do FC Porto e, consequentemente, sob o diverso tipo de criticas.

 

Vamos a factos:

  • Desde a época 1999/00, o Benfica apenas conseguiu vencer na 1ª jornada duas vezes e só por uma vez conseguiu chegar ao final da 8ª jornada na primeira posição (2004/05);
  • As primeiras oito jornadas são férteis em penalizações disciplinares contra o Benfica;
  • Na época passada, apesar de o Benfica ter chegado à 8ª jornada à frente do FC Porto, a Equipa foi penalizada com quatro grandes penalidades (Rio Ave - André Vilas Boas derruba Aimar 1ª Jornada; Sporting - Hélder Postiga agarra Yebda, 4ª Jornada; Naval - Hawe ceifa Rúben Amorim, 6ª Jornada; V. Guimarães - Danilo rasteira Aimar, 7ª Jornada), uma expulsão (Katsouranis) e um sumaríssimo (Luisão).
  • As entradas perigosas (já tivemos o exemplo da que ontem ocorreu sobre Patric) sobre os jogadores do Benfica não são punidas e assim os vermelhos para os adversários e só no primeiro terço do campeonato verificaram-se 17 faltas que não foram devidamente punidas com o cartão vermelho. Alguns exemplos: Miguel Lopes (Rio Ave 1ª jornada aos 45 min, Aimar sofre uma entrada a pés juntos); Fernando (FC Porto 2ª Jornada aos 20 min, Aimar sofre uma entrada por trás); Sapunaru (FC Porto 2ª Jornada aos 16 minutos cotovelada em Léo); Paulo Sousa (P.Ferreira, 3ª Jornada aos 80 min pontapé em Cardozo); Rochemback (Sporting 4ª Jornada aos 32 minutos pisadela no tornozelo de Reyes); Andrezinho (V.Guimarães 7ª Jornada aos 78 minutos pontapé na cara de Suazo); Danilo (V.Guimarães 7ª Jornada aos 4 min entrada assassína sobre Aimar)
  • A época 2008/09 ficou marcada por um facto inédito em campeonatos Europeus ao colocar o Benfica no último lugar na lista do fair play da Liga, após 12 jornadas decorridas.

Perante estes factos, as questões a reter são:

 

Estarmos atentos à habitual "desconstrução" da Equipa do Benfica no primeiro terço do Campeonato. O Benfica Power irá estar em cima do "sistema" à lupa!

 

E...trabalhar o DOBRO!!

publicado por Carlos às 17:04 link do post
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
NOTÍCIAS
Posts mais comentados
Page Counter & TV

Hit Counters




pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO