BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
23 de Maio de 2009

O regulamento alterado em maio de 2008 é claro e institucionaliza o Estádio Nacional como local da final da Taça de Portugal. O jogo só não será no Jamor "por motivos de força maior", conforme refere o documento. Ora o facto de os finalistas serem duas equipas da associação do Porto está longe de ser um motivo de força maior pelo que não vai transferir o local do jogo decisivo.


O misticismo do local, a tradição de 56 finais das 68 disputadas e uma festa muito especial tornam o Jamor estádio incontornável para a disputa da Taça de Portugal. "Ir ao Jamor" é por si só imagem de marca.

As declarações de um "pau mandado" chamado Jesualdo Ferreira, no final do jogo da meia-final na Amadora, em que afirmou que mudar o local do encontro "talvez fosse uma boa medida da FPF", além das cíclicas críticas de Pinto da Costa ao "Estádio Municipal de Oeiras", colocaram de novo sem novidade este tema na agenda desportiva.

Devo dizer que não posso deixar de sentir um estado de incómodo latente durante este tempo que antecede a visita do Clube Corrupto ao Estádio Nacional. Este estádio é para mim um santuário, uma zona livre de andrades. Quando eles cá vêm é como se estivessem a dessacralizar este refúgio, onde eu estou habituado a estar livre de qualquer referência que perturbe aquele espaço extraordinário. É que não temos mesmo hipótese: vamos ter que ver aquelas camisolas horrendas pisarem o relvado do Jamor; vamos ter que convider com aqueles adeptos que passam metade das suas vidas a olharem por cima dos nossos ombros para verem o que é que andamos a fazer, e que são incapazes de reconhecer a sua podridão. Têm aquela memória selectiva que é capaz de os fazer afirmar convictamente e com o maior desplante que as nossas vitórias nos anos 60 e 70 foram oferecidas pelo Salazar, e depois convenientemente ignoram que durante os anos 40 e 50, em que chegaram a ganhar 7 campeonatos em 8 anos, o Salazar já cá estava; são aqueles que conseguem idolatrar jogadores reles e repelentes como o Bruno Alves e Lisandro. São so mesmos que ligam o Jamor ao Estado Novo. Alguém já pendou por que carga d´água estão os nossos deputados da República Portuguesa num espaço da Monarquia? Ou porque não deitar abaixo os jerónimos?

Ridículo como sempre Pinto da Costa insiste neste assunto. Por mim, apenas mudaria a final da Taça de Portugal por exemplo para o Estádio Municipal das Berlengas para que o Jamor não tenha que ser consporcado com a presença deste Clube e seus adeptos.

 

publicado por Carlos às 16:35 link do post
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
NOTÍCIAS
Page Counter & TV

Hit Counters




pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO