BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
30 de Abril de 2010

 

Carolina Agridoce, ex-mulher de Pinto da Costa e ainda prostituta, foi ouvida a dizer, que o presidente do F.C. Porto já terá falado com alguns elementos da claque Superdragões, para impedir que a missa papal prevista para Maio, se venha a realizar nos Aliados conforme agendado.

Sorrindo disse que “naquela varanda o único Papa que dá missa é o Jorge Nuno”. Guardando uma nota de 50€ (nossa) num bolso escondido da bota e contou que está traçado um plano para raptar Bento XVI da estação de serviço de Estarreja quando sua santidade se encontrar a fazer necessidades sagradas. Aí, Bento XVI será mascarado de Manuel Luís Goucha e trancado na mala de um Ford Fiesta que seguirá até Santiago de Compostela, onde elementos da claque o deixarão junto à Catedral a cantar o hino do Porto. Segundo a meretriz “dois papas na mesma cidade era muita frutinha junta… nem o Olegário com um apito na boca conseguia um milagre destes”.

publicado por Carlos às 17:18 link do post
28 de Abril de 2010

Numa altura em que a unidade de medida das comunicações se mede em milisegundos, a "Banda Larga" da lisura e não dos cifrões não chegou ainda à Travessa das Antas.

 

A este ritmo talvez lá chegue quando o fio condutor chamado Pinto da Costa for substituído por outro condutor não tão podre e em tão más condições.

 

Vejamos, há dois anos  tivemos quem tivesse usado as linhas de comunicação das antas em cinco minutos, já este ano, o Pereira, Álvaro de nome próprio, fê-lo em quatro. Assim sendo o que actualmente na Luz já é usado como "Banda Larga"  de comunicação humana chamado "aperto de mão" equiparada à linhas de alto débito, lá pelas bandas da tal travessa das Antas ainda é usada "tecnologia dos últimos 25 anos".

 

Aguardemos, para o ano teremos outro "jogador à porto" a dizer, assinei em 3 minutos...tal como os outros, depois de ver o cheque, claro está!

 

E assim começo as minhas dedicatórias...

 

 

 

publicado por Carlos às 19:48 link do post
28 de Abril de 2010

As escutas existem? Sim Mas podem ser usadas? Não. Mas nas escutas não é claro o ilícito corrupto activo e passivo? Sim. Então os intervenientes vão ser condenados? Não… Não querendo enaltecer em excesso o verdadeiro prodígio que são as minhas reminiscências, mas a verdade é que compreendi tudo sobre o futebol português no dia 21 de Setembro de 1994. Disputavam-se os últimos cinco minutos da segunda mão da final da Supertaça, no Estádio das Antas. Quem marcasse, ganhava. E o Benfica marcou. Custou um bocadinho, mas marcou. Lembro-me como se fosse hoje: Carlos Secretário, um especialista a fazer assistências para os adversários, isola de forma brilhante César Brito. César Brito remata para excelente defesa com as mãos de Baía, que se encontra dois metros fora da grande área. O árbitro, Donato Ramos, mira inexoravelmente a lei que se aplica em jogos no Estádio das Antas e manda seguir. Por sorte, a bola sobra para um jogador do Benfica chamado Amaral. Amaral chuta e José Carlos, defesa-central do FC Porto, encaixa a bola na própria baliza. Golo. Mas, eis quando… o árbitro auxiliar, que naquela altura ainda se chamava bandeirinha, levanta a dita. No momento em que o jogador do FC Porto marca o autogolo, há um jogador do Benfica, a uns 15 ou 20 metros de distância, que está em fora-de-jogo posicional. Inteligentemente, Baía tinha saído da grande área para defender com as mãos o remate de César Brito, deixando depois este último em posição irregular. Golo anulado.

 

 

 

 

 

 

 

 

É claro, fiquei esclarecido. Quando surge o escândalo dos quinhentinhos do Guímaro, nem um minuto de atenção dediquei ao assunto. Para quê? Quando Carlos José Amorim Calheiros (conhecido no mundo do futebol como Carlos Calheiros e no mundo das agências de viagens como José Amorim) foi de férias para o Brasil com a viagem paga pelo FC Porto, tudo demonstrado por facturas, encolhi os ombros, e disse, qual a novidade? O clube da organização e do rigor tinha pago, por engano, uma viagem a um árbitro. E daí? Quem nunca pagou uma viagem a um árbitro por lapso que atire a primeira pedra. Acontece-me pelo menos uma vez por mês. Quando li as escutas sobre a «fruta para dormir» e os «rebuçadinhos para a noite»? Virei a página, que eu cá gosto é de novidades. E quando Pinto da Costa confessou que recebeu um árbitro em casa na véspera de um jogo, bocejei e retomei o que estava a fazer. Perspicaz, e mostrando que os amigos são o que de melhor temos na vida, Pinto da Costa ao ser avisado por um dos seus dedicados amigos, que governa a sua vida na Judiciária, ala para a Galiza onde aproveitou para comer umas belas Vieiras.

 

 

 

 

 

Receios dos adeptos do FC Porto em que possa suceder ao seu clube o mesmo que ao amigo Loureiro? Nahhh, nada disso Tudo calmo. Irradiados da Champions? Nahhh. Por isso, ouçam lá meus caros, se não aconteceu nada depois do golo do Amaral, dos quinhentinhos, do José Pratas a bater o recorde dos 100 metros à frente do Fernando Couto em Coimbra, do Calheiros, da fruta para dormir e do serviço de árbitros ao domicílio, acham que é um Apito Dourado ou parecer de Direito Administrativo que vos vai tramar? Nada temam. Além disso têm tempo para ler os documentos antes de o comentarem. E depois podem dizer: «Sim senhor, gostei muito de ler o parecer, a história é empolgante, e tal e coiso, e coiso e tal, mas agora vou arquivá-lo aqui no caixote do lixo, ao lado desta factura em nome de José Amorim». Mais cedo ou mais tarde, é lá que ele vai parar. Diz-se pelos meandros da Cedofeita, que Pinto da Costa terá dito “juízes, justiça? É pá vão mas é trabalhar no trabalho…”

publicado por Carlos às 19:16 link do post
28 de Abril de 2010

Este texto interessará sobremaneira ao Miguel Sousa Tavares, se no meio de dois Kentuckys conseguir ler algo. Quanto ao título deste artigo, admito ser ter sido inspirado no "Cette nuit la liberté" de Dominique Lapierre e Larry Collins

Cette nuit la liberté e o "Ecuador"? Pura coincidência...

Dirigiu-se este prodígio da literatura ao Dr Ricardo Costa nestes termos "vá e não volte...?" Querem saber porquê? Vamos a isso

O Futebol precisa de gente que não se deixe intimidar. Os vários agentes que se movem no nosso futebol devem perceber que não existem intocáveis. Ricardo Costa percebeu isso, tentou, remou contra a maré, de correntes "Equatoriais" como este Miguel Sousa Tavares, que muito honestamente ainda hoje não entendi o que de útil faz na vida....

Aqui ficam algumas das frases que se podem reter da postura tida por Ricardo Costa, Presidente da Comissão Disciplinar da Liga. numa Célebre entrevista ao Jornal "Sol"

Eis que quem decidiu atirar o Boavista para os confins dos campeonatos nacionais é adepto do ...Boavista. Situação curiosa, mas apenas pelo facto de o futebol português não estar preparado para saber os Clubes das pessoas que exercem este tipo de cargos.

Eis quem em 2004 começou a ver algo muito simples, apenas em 2004 a Justiça começa a intervir no Futebol !!!

Curiosa a sua resposta à seguinte pergunta:

"É o caso de dois jogos que levaram à condenação do FC Porto e do seu dirigente Pinto da Costa. Se fosse hoje, o clube azul e branco seria punido com a descida de divisão por causa dos actos cometidos pelo presidente?"

Resposta de Ricardo Costa: Exacto, com os novos regulamentos o FC Porto teria sido punido com a descida de divisão por tentativa de corrupção"

Perante isto, digo eu, e recordo que a subtracção de seis pontos ao FC Porto acontece numa altura da época em que o clube era já virtualmente campeão. Justiça vã!!! Justiça para calar.

E digo ainda como será possível campeonatos, resultados falseados pela corrupção vigente ao longo de duas décadas e meia a conspurcarem a futebol nacional, possam ficar registados para a história, apenas porque "se fosse hoje o FC Porto seria condenado" ou ainda porque apenas a partir de 2004 a justiça entrou no futebol.

Como será possível os adeptos de tão Corrupto Clube não pintarem a cara de vergonha pelo que se sabe apesar de "legalmente" ninguém lhes tocar. Eu respondo, quem estiver no futebol por bem, baixará e abanará a cara de vergonha e dirá que o porto infelizmente se confunde com o maior corrupto conhecido chamado Pinto da Costa e que se pavoneia pelas salas da Assembleia da Republica em cerimónias de beija mão e comendo do que todos nós produzimos. Vergonha!!! Outros, os sem escrúpulos, sem caracter, bandidos da consciência humana, ladrões de valores como ética e seriedade, abanarão a cabeça e ainda gozarão com todos nós, como que a dizer "sim matei" ou "sim roubei" mas..."já não nos podem tocar."

O Futebol e a Justiça precisa de gente que não se deixe intimidar. Precisamos acabar com a ideia fixa na cabeça "daqueles bandidos" a que me referi, de que lhes bastará ficar sossegados e quietos, à espera que tudo prescreva. Em frente, sejamos optimistas, é necessário acabar com a impunidade generalizada.

publicado por Carlos às 18:49 link do post
28 de Abril de 2010

 

Um dos mais famosos provérbios portugueses diz: “uma mentira dita muitas vezes passa a ser verdade.” A mentira de que o Benfica era um clube protegido por Salazar tem sido dita muitas vezes com o objectivo duplo de menorizar as vitórias passadas do clube e modificar a história do futebol Português e, mesmo, de Portugal. Veremos de seguida os factos que desmentem por completo esta calúnia.


Sporting_Saudação Fascista

 

 

A época dourada (em termos internos) do Benfica coincide com o período mais esquerdista de Portugal, 1970-1980. Em 10 edições do campeonato, na década de 70, o Benfica conquistou 6 e conseguiu fazer dois campeonatos sem perder um único jogo. De realçar, que nos 20 anos seguintes à revolução de Abril, o Benfica venceu 10 campeonatos e 7 Taças de Portugal, contra 8 campeonatos e 5 taças ganhas pelo Porto e 2 campeonatos e 2 taças conquistadas pelo Sporting. Elucidativo…

 

 

Também nas 84 edições da taça de Portugal o Benfica venceu 27, 14 sem Salazar e 13 com Salazar. Mais uma vez, com ou sem Salazar, o Benfica mantém a senda vitoriosa.

 

Em termos Europeus, o Benfica conta com 8 finais europeias (7 na taça dos campeões europeus e uma na taça uefa) e duas meias-finais (taça das taças). Venceu ainda a taça latina e uma edição da taça ibérica (em 83/84). Estes dados mostram o poderio do Benfica quer em Portugal, quer na Europa, na era Salazar e no pós-Salazar. Relembro que a final da Taça Uefa foi em 1982/83 e a última presença na final na Taça dos Campeões Europeus foi em 1989/1990. Estas duas finais estão bem longe do período de influência de Salazar…

 

Quem não conhece a história do Benfica pode pensar que o seu hino de sempre é a música de Luís Piçarra, mas isso não corresponde à verdade. O hino oficial do Benfica, composto por Bermudes, chamava-se “Avante Benfica” e foi censurado por Salazar por ser entendido como uma afronta ao seu poder.

 

Miguel Sousa Tavares, adepto portista reconhecidíssimo, no seu best seller Rio das Flores, apresenta um excelente trabalho acerca da evolução das ditaduras de direita na primeira metade do século XX. Miguel Sousa Tavares não podia ser mais explícito, e dada altura, refere: “Sporting era o clube do regime”. Contudo, Salazar aproveitou-se das vitórias do Benfica para se promover e credibilizar como faria qualquer ditador.

 

Na história do Benfica contam-se imensos dirigentes que lutaram contra o fascismo de Salazar. Manuel Conceição Afonso, Félix Bermudes (o autor do hino censurado), Tamagnini Barbosa e Júlio Ribeiro são alguns desses exemplos. Mais, este último declarou publicamente que não se recandidataria à presidência do clube porque, precisamente, sabia estar a prejudica-lo junto do poder central. Para finalizar: José Magalhães Godinho, conhecido opositor do regime, foi o primeiro director do jornal do Benfica.

 

O estádio das Antas(FC Porto) foi inaugurado dia 28 de Maio (dia comemorativo da revolução que deu origem ao estado novo). Quando o Benfica foi ocupar o campo 28 de Maio (onde jogava o Sporting) muda o seu nome para estádio do Campo Grande.

 

Em 1954/55 O Benfica apesar de campeão não foi indicado para a Taça dos Campeões Europeus porque naquela altura os clubes eram sugeridos pelas entidades nacionais responsáveis e o Benfica, mesmo sendo campeão, foi preterido em favor do Sporting.

publicado por Carlos às 18:28 link do post
Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
NOTÍCIAS
subscrever feeds
Page Counter & TV

Hit Counters




pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO