BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
21 de Dezembro de 2009

O Futebol precisa de gente que não se deixe intimidar. Os vários agentes que se movem no nosso futebol devem perceber que não existem intocáveis.

 

Eis algumas das frases cheias de boa intenção que se podem ler na Revista Tabu numa entrevista dada por Ricardo Costa, Presidente da Comissão Disciplinar da Liga.

 

Eis que quem decidiu atirar o Boavista para os confins dos campeonatos nacionais é adepto do ...Boavista. Situação curiosa, mas apenas pelo facto de o futebol português não estar preparado para saber os Clubes das pessoas que exercem este tipo de cargos.

 

Eis quem em 2004 começou a ver algo muito simples, apenas em 2004 a Justiça começa a intervir no Futebol !!!

 

Curiosa a sua resposta à seguinte pergunta:

 

"É o caso de dois jogos que levaram à condenação do FC Porto e do seu dirigente Pinto da Costa. Se fosse hoje, o clube azul e branco seria punido com a descida de divisão por causa dos actos cometidos pelo presidente?"

 

Resposta de Ricardo Costa: Exacto, com os novos regulamentos o FC Porto teria sido punido com a descida de divisão por tentativa de corrupção"

 

Perante isto, digo eu, e recordo que a subtracção de seis pontos ao FC Porto acontece numa altura da época em que o clube era já virtualmente campeão. Justiça vã!!! Justiça para calar.

 

E digo ainda como será possível campeonatos, resultados falseados pela corrupção vigente ao longo de duas décadas e meia a conspurcarem a futebol nacional, possam ficar registados para a história, apenas porque "se fosse hoje o FC Porto seria condenado" ou ainda porque apenas a partir de 2004 a justiça entrou no futebol.

 

Como será possível os adeptos de tão Corrupto Clube não pintarem a cara de vergonha pelo que se sabe apesar de "legalmente" ninguém lhes tocar. Eu respondo, quem estiver no futebol por bem, baixará e abanará a cara de vergonha e dirá que o porto infelizmente se confunde com o maior corrupto conhecido chamado Pinto da Costa e que se pavoneia pelas salas da Assembleia da Republica em cerimónias de beija mão e comendo do que todos nós produzimos. Vergonha!!! Outros, os sem escrúpulos, sem caracter, bandidos da consciência humana, ladrões de valores como ética e seriedade, abanarão a cabeça e ainda gozarão com todos nós, como que a dizer "sim matei" ou "sim roubei" mas..."já não nos podem tocar."

 

O Futebol e a Justiça precisa de gente que não se deixe intimidar. Precisamos acabar com a ideia fixa na cabeça "daqueles bandidos" a que me referi, de que lhes bastará ficar sossegados e quietos, à espera que tudo prescreva. Em frente, sejamos optimistas, é necessário acabar com a impunidade generalizada.

publicado por Carlos às 19:22 link do post
21 de Dezembro de 2009

São Pedro ontem deu um banho a Lisboa e Jesus, o Jorge entenda-se, deu uma banho de táctica ao FC Porto. Jesualdo Ferreira ainda deve estar para perceber como é que o nosso treinador montou a estratégia. Ah e claro foi extraordinário, impressionante ver a equipa defender como defendeu no último quarto de hora, sem sofrimento. Genial.

 

 

 

Em suma, Benfica poderoso, e nós, adeptos, no Estádio da Luz, fomos muito mais fortes que o 12º jogador portista, chamado Lucílio.

 

O Benfica ainda que fragilizado por lesões e castigos em jogadores importantíssimos conseguiu dar a volta a essa situação e ganhou com toda a justiça este jogo.

 

Foi sem sombra de dúvida a melhor equipa em campo, sobretudo na primeira parte do jogo onde com grande atitude empurrou o Porto para o seu meio campo. Há muito que o Porto não vinha à Luz ser dominado como o foi nessa fase do jogo.
Situações de perigo para o Porto não existiram e o primeiro remate à baliza foi efectuado por Hulk de longe aos 40 minutos de jogo.

 

 

 

No Porto, o tal jogador que vale o equivalente ao TGV, Hulk foi nitidamente um jogador ausente, Falcão nem um remate fez, Alvaro Pereira levou um banho de bola de um debilitado Ramirez e Cristian Rodriguez está a léguas do jogador que brilhou no Benfica.

 

Aliás lento como este Álvaro Pereira é apenas via o Ramires a fazer adeus e a acenar ou então a levar uma finta que lhe revirava os olhos.

 

 

Para quem não se preocupava com a qualidade Saviola e Cardozo…

 

Para os Benfiquistas a qualidade de Álvaro Pereira também não interessa nada! Interessa é a qualidade do Saviola, Cardozo e Aimar etc! e quem vem atrás que se preocupe!

 

 

 

 

A arbitragem foi deplorável... Disciplinarmente não se entende como tantos sururus passaram sem cartões... Cristian Rodriguez deveria ter visto o vermelho directo na entrada maldosa sobre Javi Garcia e o penalti que Rodriguez cometeu foi tão evidente que não entendo como o sr. Lucilio não o quis ver...

Ver um estádio com 65.000 pessoas é um espectáculo e eu tive o previlégio de ter sido um desses 65.000. O ambiente foi excelente e penso que nos últimos 20 minutos de jogo fomos mesmo nós, o publico que erguemos o Benfica que estava a defender muito e a abdicar do ataque. Tenho assistido a vários clássicos destes mas esta foi a primeira vez que a claque do Benfica não deixou ninguém ouvir os cerca de 3.500 adeptos Portistas tal o entusiasmo que dedicou ao apoio do seu clube.

 

 

 

publicado por Carlos às 16:43 link do post
21 de Dezembro de 2009

Álvaro Pereira e o clássico: dizia «Saviola? Cardozo? Não me interessam»

 

De tal forma não o interessavam que ignorou Saviola e o Porto leva no Bornal quatro pontos atrás do Benfica.

 

Obrigado Álvaro Pereira.

 

Ainda que sem Aimar, Di Maria, Fábio Coentrão e com Carlos Martins, David Luiz e acima de tudo Ramirez ainda muito condicionados, tivemos um Benfica muito forte para um Porto resumido à sua realidade.

 

Dominámos o jogo, nunca deixámos o FC Porto sair. Não me recordo na primeira parte de o FC Porto ter oportunidades de finalização. Aliás a meio da segunda parte recordo-me de olhar para o Placard e ver que tinham quatro remates à baliza do Benfica em que apenas um foi enquadrado e bem defendido por Quim.

 

Raça, intensidade e luta, eis o que mostraram os nossos jogadores. Tivemos o habitual Lucílio, penalty nítido de Rodriguez que ficou por marcar

 

Como diz o nosso Jorge Jesus diz um "Um plantel com cultura de vitórias é assim"

 

Porto foi metido no bolso com um resultado escasso para o domínio do Benfica

 

 

 

publicado por Carlos às 00:17 link do post
19 de Dezembro de 2009

Sejamos realistas. Porque será que aconteceu o que aconteceu ao Marselha e o seu Tappie (preso)? Por que razão Moggi foi punido e a Juventus enviada para a segunda divisão?

 

E devo enfatizar o seguinte, comparando o que Moggi e Tappie fizeram ao pé de Pinto da Costa e o seu FC Porto apenas os torna nuns meninos de couro.

Bastou procurar alguma referência nos maiores jornais Europeus para nem  ver uma palavra sobre o jogo de amanhã.

Esta é uma razão pela qual, por exemplo, o Sr. Platini, apenas encolheu os ombros a toda a corrupção que se passa no futebol em Portugal. Assim, Pinto da Costa vai continuar com este sistema da  "fruta" dos quinhentinhos, etc ...

Eis porque dentro do que me é possível tudo farei para que a vergonha chamada Liga Portuguesa, e para o Mundo possa ouvir e saber que o FC Porto é o clube de futebol mais corrupto



Gostaria de não ver estas referências a Portugal

 

Reparem neste Site,

http://www.svenskafans.com/europa/portugal/artikel.asp?id=236145

e neste Fórum

http://forum.fmsweden.se/viewtopic.php?t=12488&sid=1b3338f8619505d50e53aae6550c8e2b

Onde chega esta vergonha...Suécia! Só uma achega, no Fórum sobre Corrupção no Futebol, alguém ao fazer referência à corrupção em Itália recebe uma resposta "se pensam que em Itália é mau, nem imaginam o que se passa em Portugal..."

Basta um tradutor On-Line para se entender o que ali está escrito

 

 

publicado por Carlos às 21:05 link do post
19 de Dezembro de 2009

Antes de recebermos o Porto convém lembrar, que neste jogo de emoções, teremos sempre que ter presente o legado que os nossos Avós e Pais nos deixaram para o que possamos passar aos nossos filhos..."esta deliciosa doença que é ser benfiquista, mas também o desportivismo que nos foi transmitido." Se os outros o têm, não sei, Se os outros amam tanto o seu Clube como nós o nosso, não digo que não, o que garanto é que nunca saberão ou poderão ter além da simples frase de intenção sentir a mesma paixão que nós ao dizermos:

 

SOU DO BENFICA !!! 

 

Ao ler a nossa Revista Mística, li, reli e reli o artigo de José Fialho Gouveia Jr, sobre seu Pai, também José Fialho Gouveia, e garanto ter sido o momento inesperado que me deu a serenidade que se me escapava nestes dias que antecedem a recepção ao FC Porto, sejam elas desportivas, ou infelizmente as não desportivas ou melhor, aquelas que se jogam fora das quatro linhas.

 

José Fialho Gouveia, que saudade da sua serenidade e do seu fervor benfiquista...

 

José Fialho Gouveia Jr, muito obrigado pelo testemunho que com todo o gosto aqui deixo transcrito:

 

"Não acredito na vida depois da morte. Mas de cada vez que as bancadas da Luz se agitam e gritam "golo" gosto de pensar que, algures, o meu pai continua a levantar os braços, a sorrir e a abraçar quem ao lado dele estiver a assistir ao jogo.

 

Quantas e quantas vezes não nos vimos nos braços um do outro, empurrados pela cabeça do Rui Águas, pelo instinto do Magnusson, pela genialidade do João Viera Pinto, pela magia do Rui Costa, pela subtileza do Nuno Gomes e por tantos predicados de tantos e tantos outros. E também quantas e quantas vezes não voltámos para casa cabisbaixos, muitas vezes em silêncio, numa cumplicidade encarnada, depois de um ou outro deslize.

 

O meu pai morreu há cerca de cinco anos, a 2 de Outubro de 2004. Chorei. Muito. Nessa manhã. Ao longo do dia. No velório. à noite na cama. Em muitos dos dias que se seguiram. Mas - esta é a mais pura das verdades - houve um momento em que as lágrimas correram mais densas do que nunca. Mais carregadas de saudade. Aconteceu quando o carro funerário, que transportava o corpo em direcção ao Cemitério dos Olivais, passou em frente à nossa Luz. Pode parecer incompreensível e irracional, mas a noção de que não mais voltaria àquele estádio com o meu pai e a consciência de que nunca mais poderia festejar com ele uma vitória apertou-me demasiado o coração. Foi nesse instante que verdadeiramente se abateu sobre mim a noção de perda.

 

Meses depois, no final dessa época, seríamos campeões. Estava no Estádio da Luz quando o Luisão empurrou a bola para o fundo da baliza do Sporting e nos colocou muito perto do título. Sentada ao meu lado estava a minha mãe e atrás de mim um amigo que me abraçou e me disse em êxtase: "este é para o teu pai! Este é para o teu pai!" Senti nos lábios o toque de uma lágrima. Tinha um travo a alegria e a saudade ao mesmo tempo. Imaginei o abraço do meu pai. Vi o seu sorriso. Senti a sua felicidade.

 

Quando, por fim, festejámos o título, na última jornada, eu estava no Funchal. Fui ver o jogo sozinho a um bar na Marginal. Ao soar do último apito as ruas encheram-se de uma euforia vermelha. Por impulso, pedi duas cervejas e dirigi-me para a praia. Brindei em pensamento com ele. Voltei a abraçá-lo e festejámos juntos. Ainda tenho uma pequena pedra vermelha que descobri na areia e que trouxe como recordação dessa noite. Mais uma vez senti nos lábios um misto de alegria e de saudade.

 

Quem o conheceu sabe o tamanho que o coração do meu pai tinha. A ternura dos seus gestos. A bondade dos seus actos. Sofria a bom sofrer com o Benfica, desesperava com as bolas no poste , rejubilava com as vitórias, entristecia com as derrotas, mas sabia sempre reconhecer o mérito dos vencedores. Também no futebol, como em tudo na vida, foi um homem bom e apaixonado.

 

Devo-lhe esta deliciosa doença que é ser benfiquista, mas também lhe devo o desportivismo que julgo ter. E ao Benfica devo incontáveis momentos passados passados entre pai e filho. Obrigado Benfica. Obrigado, pai. E - julgo que citaste estes versos de Camões no discurso que fizeste na inauguração do novo estádio - " se lá no assento etéreo onde subiste, memória desta vida se consente", também sei que te recordas de mim em cada golo."

 

José Fialho Gouveia Jr - Jornalista

 

Ao filho o meu obrigado por este momento. Ao pai, que consigamos passar estes valores aos nossos filhos.

 

Quantos aos versos, sim José Fialho Gouveia citou-os na inauguração da nossa nova Catedral, aqui ficam

 

 

publicado por Carlos às 17:57 link do post
19 de Dezembro de 2009

Ainda a propósito da senhora Juíza que absolveu Pinto da Costa, quer tenha sido pela "alma clubista" ou por acreditar ser possível os três arguidos terem estado mais de uma hora a "beber um cafezinho e a conversar sobre nada". Ou quer tenha sido por ter achado piada ao seu colega António Mortágua, devo dizer que as pressões entre futebol e a Justiça sempre existiram. O "Caso do Envelope" nada de extraordinário ou de quebra de habitos existiram.

 

É uma das consequências do absurdo regime de segredo em que vivemos. Apenas conhecemos verdades parciais que, ora interessam a uns ora a outros. O Porto tem sido discreto no que respeita a vários temas incómodos. São pilhas de documentos e documentos, escutas, testemunhas com factos que aos olhos de todos, mesmo aos adeptos do dito clube não deixam qualquer margem de dúvida sobre o que se passou e se passa. Para a Justiça "são considerados irrelevantes".  Os velhos magistrados há uns anos alertaram sobre o perigo de a uma certa geração de Juízes lhes serem tão rapidamente dado tão alta responsabilidade.

 

A mistura entre futebol e Justiça não é de agora. Ao longo dos últimos tempos cada lado tem vindo a pressionar um e outro. Directamente, ou, o que é mais comum, através da comunicação social. E como se pressiona? Há o modo canhestro, com os encontros, nos quais se deixa caír uma "lembrança velada", um nome com poder para meter os "investigadores" em sentido, e, há o modo chamemos-lhe "notícioso, em que se dá a um jornalista a parte que convém do processo (sendo que este está sempre em conveniente segredo de justiça). E, assim chegamos às declarações públicas que não passam de banalidades e de discursos ocos.

 

Como os jornais parecem andar à frente das investigações, passam assim a ser os culpados da violação do segredo de justiça.

 

Mas quando é que todos abrimos os olhos para isto? É incrível como os jornalistas continuam a cair nesta rede. Será a ânsia do furo jornalistico? Será apenas e só pela "côr clubista azul e branca?" Será que tudo isto, não teria já sido planeado?

 

E é desta forma que se vai fazendo justiça por cá. E assim, vamos pagando para nada a tanto escriba, a tanto investigador e a funcionários judiciais.

 

Pergunto, e tenho esse direito, quem afinal fiscaliza o poder judicial...?

publicado por Carlos às 17:55 link do post
18 de Dezembro de 2009

Sim, creio que sim, ontem deveriam estar mais pessoas no Colombo por causa desta paragem de Inverno a apelar ao consumismo do que na Catedral. Apesar dos milhares na Luz deveriam estar outros milhares de volta da promoção leve 20 bacalhaus gratuitos na compra de 50 demolhados e ultracongelados. Por isso mal tive tempo para sentir o cheiro a bifana e a courato e cheguei ao meu lugar na Catedral já passavam alguns minutos do início do jogo. Imperdoável. Ainda assim sentei-me e…ao poste…O Filipe Meneses tinha acabado de falhar um penalty. Puro azar, foi bem marcado a bola bateu no lado de dentro do poste mas que querem não quis entrar… Bolas, para isto ainda tinha comido uma bifana…

 

O que interessa de facto O Benfica venceu! Jogo a feijões? Mas desde quando o Benfica joga a feijões? Lembro que este jogo nos deu mais uma vitória na Europa e lá terá que ser, permitiu que Portugal tivesse subido no Ranking Europeu. Pode ser que tenhamos ajudado o Sporting daqui a 2 Épocas, veremos, se entretanto conseguir ultrapassar Marítimo, Rio Ave, Nacional….

 

Foi um jogo agradável de seguir e de ver aquelas a quem chamam de segundas linhas a terem um jogo bem conseguido. A sério, não entendo esta das segundas linhas, o que sei é que entramos com 11 jogadores que envergavam o Jersey sagrado do Benfica. Mas quais segundas linhas? Se assim foi, no domingo vamos jogar com as terceiras linhas?


Não foi um jogo brilhante, é natural, ainda assim deu para quase sempre controlar o AEK.


Júlio César, tem uma coisa que é essencial num guarda-redes, imperturbabilidade na baliza.

 

Luís teve uma prestação positiva que teve. Roderick? Joga como gente grande? Grande futuro para este miúdo.

 

Miguel Vítor é já uma certeza. Shaffer, ó rapaz mas que falta de confiança !!! Acorda!.
Fábio, o melhor em camop, pelo menos  na 1ª parte: Naturalmente saiu na segunda parte, mas para quem vem de uma gripe…grande jogo!

 

Carlos Martins, é um grande jogador, uma técnica excepcional, apenas o raio das lesões não lhe têm dado o ritmo necessário. É  minha aposta pessoal para Domingo.

 

O Filipe Menezes, já me convenceu, não é  o penalty,falahado que iria mudar a minha opinião, mas andou algo perdido.

 

 Nuno Gomes, espírito de entrega e de ajuda, não abusem, nem sejam injustos com quem já nos deu tanto e ainda dá. Força Capitão.

 

Weldon, esforçado, bastante rápido, mas tem que fazer muito mais.

.
E…Di Magia, assim dá gosto ver. O que não deu gosto nenhum ver foi a estúpida expulsão em Olhão. As  crueldades que fez aos defesas do AEK…

 

E assim está encerrado o assunto Fase de Grupos da Liga Europa.

 

Agora? Agora Sporting, temos aqui para  um Everton que despachamos aos 5, venha daí o vosso Hertha…

 

 

 

 

publicado por Carlos às 18:40 link do post
15 de Dezembro de 2009

Sobre a justiça em Portugal, recordo hoje esta frase cortante como o mais afiado dos punhais:

 

 

"Um líder europeu disse-me que no passado a justiça em Portugal tinha fama de ser lenta mas séria e que agora continua lenta, mas perdeu a imagem de seriedade."

Mário Crespo, 18-05-2009

 

 

Perante o que diariamente, vimos, sabemos e sentimos, e tendo em conta que a justiça em Portugal aos olhos da Europa é o que é, temos várias maneiras de assumir essa realidade como também há várias formas de resposta.

 

Iremos a tempo? Quero acreditar que sim! Mas esta questão do estado da justiça em Portugal é transversal a vários sectores da  nossa sociedade. Como nos havemos de espantar com os vários desenlaces incompreensíveis a nível de justiça desportiva, se o mal é geral?

 

publicado por Carlos às 23:28 link do post
15 de Dezembro de 2009

Estamos no momento em que habitualmente somos sujeitos à  já conhecida desconstrução do percurso do Benfica enquanto Equipa vitoriosa. É bom estarmos recordados do passado para não sermos apanhados de novo no presente com a habitual "Santa Aliança".

 

É bom recordar como factos passados podem e influenciam o presente.

 
A 15 de Fevereiro de 2006, João Rocha antigo presidente do Sporting confirmou o que apenas tacitamente era conhecido.
 

A existência de uma aliança (FC) Porto - Sporting desde 1999-2000 feita pelos presidentes Jose Roquete e Pinto da Costa.

 
 
O objectivo era claro, esta aliança visava abater o Benfica afastando-o dos 1º e 2º lugares do Campeonato ou seja da liga dos Campeões. Quem o afirmou foi precisamente João Rocha que certificou publicamente ter saído indignado de uma reunião do conselho leonino ao ouvir José Roquete revelar esta aliança. Segundo as suas palavras "estava previsto que o porto seria quase sempre campeão e ao Sporting caberia o 2 lugar e dessa forma matavam-se dois coelhos com uma cajadada”. Mas, como o meio do futebol em Portugal é pródigo em rocambolescas zangas de comadres aconteceram alguns retrocessos nesta aliança. Durante pouco tempo é certo, mas houve. Com a eleição de Dias da Cunha e tendo o Benfica conseguido classificar-se para a Champions, ultrapassando o Sporting em 2004/05, Dias da Cunha resolve dar um murro na mesa. "O Sistema tem dois rostos, Pinto da Costa e Valentim Loureiro" recordam-se desta frase? Acabou Dias da Cunha por ganhar uma guerra com a tal dupla e com alguns sportinguistas. Provas de tudo isto existem, entre elas são varias as escutas que o provam. Quem as quiser lembrar basta consultar a ultima edição de “O Benfica”.. Estão ali transcritas, dão a volta ao estômago, pois dão. Mas esta ali toda a verdade a acompanhar um excelente trabalho do nosso jornal. Surge entretanto uma nova personagem nesta santa aliança, e ela foi retomada, Soares Franco. E claro, vemo-lo sorridente ao lado de Pinto da Costa, e a servir de moço de recados do "homem do norte".
 
Benfica, para que as comadres se zanguem de novo tens de vencer não só em campo é certo, mas conseguimos!
publicado por Carlos às 19:18 link do post
15 de Dezembro de 2009

Confesso que nunca fui adepto de soluções de escolha entre o "Aceitam ou Não aceitam".


Confesso ainda que por vezes é necessário agir como líder assumindo esse ónus na procura de uma solução urgente.


No entanto, tenho muitas dúvidas que o ponto único sobre o plano de Reestruturação Financeira, o Sport Lisboa e Benfica personificado e representado por nós Associados na Assembleia Geral Extraordinária de hoje não pudesse ter outra alternativa que não apenas um Aceitam ou não.


 

Hoje pelas 20 horas, no pavilhão n.º 2 do complexo da Luz, será discutido entre nós o plano de reestruturação do grupo empresarial do Benfica. A proposta de Luís Filipe Vieira e Admnistração compreende o resgate da SAD da situação de falência técnica e a fusão entre a sociedade que gere o futebol e a Benfica Estádio.


O que de facto aqui está a ser apresentado? Se virmos o comunicado anteriormente enviado à CMVM, a Direcção lembrou que a SAD encerrou o último exercício com capitais próprios negativos de 11,8 milhões de euros. Se o plano, que é dividido em cinco passos, for aprovado, a SAD passará a ter capitais próprios de 28 milhões de euros, equivalentes a 25 por cento do capital social da sociedade, cujo aumento de 40 milhões de euros (75 para 115) está previsto no documento.

 

O projecto para a reestruturação financeira que irá ser apresentado hoje  prevê o que o clube aumentará, directa ou indirectamente, a sua participação na SAD para 68 por cento.


Assim, O clube transfere dívidas (actualmente deve 77 milhões à SAD, mas ficará credor de 5,1 milhões) e o controlo da Benfica Estádio para a SAD, que aumenta os seus capitais próprios para 28,2 milhões de euros. Esta situação permitirá alterar a situação de falência técnica que a Benfica SAD apresentava no final do último exercício.

Se a operação for para a frente, o passivo do clube será reduzido em 84,2 milhões de euros (de 162,2 para 78 milhões) e o da Benfica SAD aumentará 68,2 milhões (de 178,6 para 246,8 milhões)

Lembro que o Benfica detém 40 por cento da SAD e a Benfica SGPS, controlada pelo clube, 11 por cento. Com a reestruturação financeira, o clube controlará 61 por cento da SAD e a Benfica SGPS 7 por cento.


Qualquer que seja a nossa ideia sobre o tema, a nossa presença é de grande importância

publicado por Carlos às 13:15 link do post
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
16
17
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
NOTÍCIAS
subscrever feeds
Page Counter & TV

Hit Counters




pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO