BENFICA POWER
Connosco quem quiser, contra nós quem puder. É necessário estar atento a tudo o que circunda o Benfica com o objectivo de o debilitar. Serve este espaço para que a verdade desportiva possa prevalecer, alertando, demonstrando e denunciando tudo e todos
02 de Maio de 2010

Jesualdo "descobriu" recentemente o que torna o diamante tão irresistível para Jesus. E não foi um gosto adquirido mas antes uma imposição de uma equipa impossibilitada de dar golpes de asa - lesões de Varela e Mariano (graves) e Rodríguez (recorrente) - no 4x3x3 de que tanto gosta. Jesualdo "procurou" o ábaco, fez contas à vida e descobriu que tinha mais gente válida para o miolo do que para a côdea. Vai daí, cortou fatiado, fininho, nas suas opções e pôs os homens que tinha à disposição nos seus devidos lugares - passou a jogar num 4x4x2 losango como o do rival de Lisboa. Idêntico na forma, semelhante no conteúdo. À ESQUERDA VOLVER Porque são os jogadores que fazem o jogo, a diferença nos losangos está neles. Se Fernando e Javi García ocupam espaços semelhantes, se o recuperado Guarín é um poço de força como o é Ramires, e se Belluschi é um artista como Aimar, Angel Di María e Raul Meireles são o oposto um do outro. O argentino é um extremo/avançado encaixado no meio--campo, um puro sangue selvagem com liberdade total para investir; o português é um médio que tanto pode jogar a trinco como a 8 de forma competente e solidária. O primeiro, desequilibra; o segundo, equilibra.

 

 

 

Mas Jesualdo pode recorrer ao convalescente Rodríguez, menino querido dos portistas e ódio de estimação dos benfiquistas - e aí, sim, pouco diferenciaria o losango do meio-campo azul-e-branco do encarnado. TRÊS, A CONTA QUE JESUS FEZ? Jesus levou a melhor nos dois clássicos já disputados esta época. Que é como quem diz, o losango chegou para o 4x3x3 - no primeiro, 1-0, na Luz, na 14.a jornada, no jogo dos túneis; no segundo, 3-0, na final da Taça da Liga, no Algarve. Agora, à terceira, será diferente. Forçosamente. Porque os sistemas tácticos se assemelham e porque há regressos e ausências nos dois clubes. Vamos por partes. Em nenhum dos encontros anteriores o Benfica apresentou os três jogadores mais influentes do ataque de uma só vez: para o campeonato jogaram Carlos Martins, Saviola e Cardozo; para a Carlsberg Cup avançaram Martins, Aimar e Kardec (Cardozo entraria para fechar a conta). Agora, com Saviola, Aimar e Cardozo aparentemente operacionais para o clássico de domingo, Jesus pode fazer alinhar aquele que chama o "Trio Odemira": juntinhos, levam 60 dos 121 golos marcados este ano. E se a vida vai bem na Luz, corre assim-assim no FC Porto. Hulk pode enfrentar o rival de sempre porque já não está de castigo depois do murro no túnel da Luz; Falcao não pode porque está de castigo pelo estalo que deu a Bruno Ribeiro em Setúbal; Jesualdo também estaria de castigo pela expulsão, mas afinal diz que não porque o vermelho não deu suspensão. E vai poder medir a resistência do seu diamante em bruto frente ao bruto do diamante encarnado.

publicado por Carlos às 13:53 link do post
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
NOTÍCIAS
Page Counter & TV

Hit Counters




pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade nao deixemos o slb a ser consumido com ...
Pelo factos dados como provados? Dados Como prova...
Amigo que a liga condenou um inocente e os factos ...
Boas.Não querem trocar de links entre os nosso blo...
Gostei muito
Achei engraçado um pormenor aqui no blog ... ainda...
Olá.Visitei o seu blog e achei-o bastante interess...
filhos da puta dos portistas, metem nojo!
E o pior de tudo é que isto PRESENTEMENTE se está ...
blogs SAPO